3D sem óculos: confira esta e outras novidades que o GLOBO testou na feira de Barcelona

BARCELONA — O GLOBO testou algumas das principais inovações do Mobile World Congress, maior feira do setor de telecom que acontece essa semana em Barcelona. Velocidade 5G e realidades simulada, virtual e aumentada com e sem óculos. Teve ainda imagem 3D vista a olho humano.

No S10 5G, da Samsung, assistir a uma transmissão de um jogo de tênis ao vivo é como ver pela TV

1) 5G no celular: assistir a uma transmissão de um jogo de tênis ao vivo com um celular 5G é como ver a uma transmissão pela TV. Impressiona a velocidade e a realidade da imagem, em alta definição. O S10 5G, da Samsung, traz ainda a opção de poder escolher diferentes câmeras no estádio para ver os lances sob uma nova perspectiva. E mais: o download de um vídeo de 2 gigabit levou três segundos. Hoje, os celulares de 4G trafegam vídeos em velocidade megabit. Um gigabit corresponde a cerca de mil megabit.

Realidade simulada: duas câmeras acopladas na parte superior da TV conseguem acompanhar o movimento dos olhos, criando a sensação de profundidade

2) Realidade simulada: já ouviu falar em realidade simulada? Funciona assim: você fica em frente à TV, que conta com duas câmeras acopladas em sua parte superior. Essas câmeras conseguem acompanhar o movimento dos olhos, criando a sensação de profundidade. Detalhe: a imagem em 4K permite a sensação de imersão no conteúdo. Mas não se engane: você pode ficar tonto. Cuidado! Esse tipo de tecnologia, apresentada pela Huawei, será possível com a implantação 5G, que permite trafegar imagem de qualidade devido à largura de banda. O processamento das imagens é feito na nuvem, o chamado Cloud X.

Realidade virtual: riqueza de detalhes com a conexão da quinta geração proporciona uma experiência  real, já que conta ainda com um joystick nas mãos, simulando a mão do personagem entre um edifício e outro

3) Realidade virtual: momento Homem-Aranha. A Nokia, em parceria com a Intel, simulou com o uso de óculos de realidade virtual cenas do novo filme do super- herói, que chega aos cinemas em julho deste ano. Com a rede 5G, a velocidade rápida com a imagem em alta definição te colocam, literalmente, dentro da cena. Não é aconselhado para quem sofre de vertigem ou tem medo de altura. Cuidado também para não cair no chão. A riqueza de detalhes com a conexão da quinta geração proporciona uma experiência real, já que conta ainda com um joystick nas mãos, simulando a mão do personagem entre um edifício e outro.

3D ao olho humano: é possível assistir a um vídeo em 3D sem a necessidade de óculos

4) 3D ao olho humano: Assistimos a um vídeo em 3D sem a necessidade de óculos. A experiência pode causar tonteira. Assistir a esse tipo de conteúdo é possível por conta da transmissão 5G a partir de frequências de micro-ondas (microwave). A tecnologia permite trafegar dados com precisão, o que traz maior qualidade de imagem e uma nova percepção.

ANÚNCIO

A chinesa Huawei colocou, lado a lado, a mesma experiência (dirigir um jet ski em um rio) com 5G e 4G

5) Realidade aumentada com celular: para quem duvida que o 5G traz realmente diferença na hora de assistir a um vídeo ou jogar um game, a Huawei colocou lado a lado a mesma experiência (dirigir um jet ski em um rio) com 5G e 4G. Na quinta geração, são 110 frames por segundo. No 4G, são 26 frames por segundo. O delay na imagem passa de 5 milissegundos para 40 milissegundos. Ou seja, depois que você assiste a uma imagem de melhor qualidade e com velocidade mais rápida, vai chegar a sensação que o 4G, mesmo na melhor de suas formas, é ruim. Imagina se comparasse com o 3G, realidade do Brasil ainda.

* O repórter viajou a convite da Huawei

Powered by WPeMatico

ANÚNCIO