6 razões para ficar empolgado com filme de Ryan Murphy na Netflix

ANÚNCIO

Em julho de 2018, Ryan Murphy assinou um contrato exclusivo com a Netflix para produzir conteúdo original para o serviço de streaming.

Murphy mais do cumpriu seu contrato, já criando as séries Hollywood e The Politician para Netflix. Ambos os shows tiveram sucesso e agitação, especialmente Hollywood.

ANÚNCIO

O criador também tem mais projetos por vir, incluindo Ratched. Será uma minissérie que se concentra na infame enfermeira Ratched.

6 razões para ficar empolgado com filme de Ryan Murphy na Netflix
(Créditos: Cortesia Netflix)

The Prom está por vir

The Prom será um dos vários projetos de filmes de Ryan Murphy na Netflix.

Alguns dos outros filmes da Netflix e Murphy incluem A Secret Love e The Boys in the Band.

ANÚNCIO

The Prom está marcado para estrear ainda este ano, e aqui estão alguns motivos para ficar ansioso por esse lançamento.

O filme é baseado em um musical de mesmo nome, que teve sua primeira apresentação em 2016, mas não apareceu na Broadway até 2018.

Segue a história de Emma Nolan, uma lésbica que mora em Edgewater, Indiana, uma cidade pequena muito conservadora.

A escola impede Emma de ir ao baile com sua namorada, então quatro pessoas da Broadway acabam se envolvendo.

Eles vêem a história de Emma como uma razão para ganhar parte de sua glória passada.

O elenco de estrelas que inclui Meryl Streep

As quatro pessoas selecionadas para interpretar as quatro estrelas da Broadway são atores talentosos e bem conhecidos.

Claro, Meryl Steep interpreta Dee Dee Allen. As outras três ex-estrelas da Broadway são interpretadas por Nicole Kidman, James Corden, e o veterano da Broadway, Andrew Rannells.

O elenco do baile também inclui Keegan Michael-Key, Kerry Washington e Awkwafina, que foi originalmente anexado, mas teve que deixar o projeto devido a conflitos de agendamento. Ela foi substituída por Kevin Chamberlin.

A estreante Jo Ellen Pellman ganhou o papel principal como Emma, e Ariana DeBose, interpretando sua namorada Alyssa.

A trilha sonora e elementos musicais cativantes

A trilha sonora original de The Prom está disponível on-line para compra ou transmissão em várias plataformas de streaming de música; portanto, se você quiser ouvir as músicas antes do filme, estará disponível.

Baseado na trilha sonora, The Prom é uma paródia e uma carta de amor para teatro e showbiz.

Muitas músicas são muito engraçadas, “Changing Lives (Reprise)” e “It Is Not About Me” são ótimas para rir.

O prêmio de paródias, “The Acceptance Song”, mostra os números das apresentações e as músicas em que várias celebridades se juntam, para fazer uma ação para caridade.

As músicas cômicas são bem equilibradas com números mais sinceros, como “Just Breathe” (que pode ser a música com maior probabilidade de ficar presa na sua cabeça), “Dance with You”, “We Look To You” e “Unruly Heart”.

“Unruly Heart” parece um hino, da mesma maneira que músicas como “You Will Be Found” de Dear Evan Hansen.

O estilo de Ryan Murphy

Diga tudo o que quiser sobre Glee, mas aquelas uma ou duas temporadas que funcionaram, foram ótimas. Foi divertido, nos deu ótimas atuações do elenco e ajudou a trazer notoriedade.

É provável que The Prom seja um Glee mais maduro e mais estruturado. Também é ótimo que o The Prom seja uma adaptação, pois trabalhar em um mundo que já existe pode garantir que Murphy não perca o foco, o que às vezes acontece com outros projetos.

Vimos muitas vezes como Murphy se destaca ao trabalhar com um ótimo elenco, e Kidman e Streep sozinhas já são um sonho, imagine elas com os outros membros do elenco.

Seria difícil fazer um filme ruim com o nível de talento envolvido no The Prom.

A mensagem do filme sobre inclusão

The Prom é sobre não se sentir sozinho e não ser tratado como alguém de fora por causa da sexualidade de alguém.

Essa é uma mensagem poderosa que com certeza muitos querem ver e ouvir, especialmente em uma fase carregada politicamente.

Sim, The Prom parece muito divertido e bobo, mas também há muito coração na mensagem geral do musical.

Em algum momento, todos se sentiram ostracizados, então, mesmo que alguém não tenha as mesmas experiências que Emma, provavelmente eles podem se relacionar com seus sentimentos de isolamento.

Poder ver mais histórias de amor LGBTQ+ representadas na cultura pop

Quando Com Amor, Simon foi lançado, muitas pessoas queer manifestaram sua empolgação com o filme nas mídias sociais, porque não havia muitos (se houve) filmes populares sobre romance gay adolescente antes dele.

Para aqueles que não são uma minoria ou um grupo sub-representado, pode parecer ridículo ou bobo ficar animado com coisas assim, mas a representação é importante.

Crescer e não ver pessoas que representam sua cor, sexo, sexualidade, forma etc. na mídia, pode parecer que você não é visto ou apreciado pela sociedade, já que às vezes esses filmes e programas parecem um reflexo do que a sociedade valoriza.

Espero que mais filmes como The Prom e Com Amor, Simon se tornem normais, para que os membros da comunidade LGBTQ+ possam se sentir mais vistos e apreciados.

Se The Prom for bem-sucedido, há uma boa chance de que mais filmes como esse ganhem cada vez mais espaço.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: Cinema Blend

ANÚNCIO