Baby Yoda pode viver na sua mesa graças à RA e ao Google Search

O Google adicionou Grogu (anteriormente Baby Yoda) aos seus resultados de pesquisa de realidade aumentada, de modo que uma digitação rápida pode colocar uma versão AR do pequeno diretamente em seu quarto ou escritório em casa, sem a necessidade de uma nave espacial.

Baby Yoda pode viver na sua mesa graças à RA e ao Google Search
Foto: (reprodução/internet)

Pesquisar “Grogu”, “The Child”, “The Mandalorian” ou “Baby Yoda” no celular ou no Google app retornará o painel de conhecimento usual com um resumo do personagem na Wikipedia. 

Mas agora você pode clicar em “Visualizar em 3D” para verificar um modelo e, se você estiver realmente se sentindo como o famoso fã de Baby Yoda, Werner Herzog, “Visualizar em seu espaço” para chegar mais perto e pessoal em RA. 

As interações são limitadas a aumentar e diminuir o zoom, mas ele é um alienígena realmente fofo. Talvez seja o suficiente para você.

O Google adicionou 50 novos animais aos resultados de pesquisa de RA, incluindo hipopótamos, zebras e girafas. A empresa cresceu seu zoológico digital com o tempo, mas Grogu é de longe a inclusão mais exótica e mais remota desde os dinossauros.

Veja mais: Hayden Christensen retorna a Star Wars para série sobre Obi-Wan Kenobi

Google e Star Wars trabalham juntos há um tempo

Não é a primeira vez que o Google apresenta conteúdo de Star Wars com destaque em seus produtos. A empresa fez parceria com a Disney para o aplicativo The Mandalorian AR Experience desenvolvido para usar o ARCore do Google e, antes disso, oferecia adesivos AR exclusivos no Pixel 2 em seu recurso Playground, agora descontinuado.

Você pode acompanhar as façanhas de Grogu na TV com o prático Guia do Mandaloriano. Ou, se você é como eu, pode esperar calmamente que o Google adicione reconhecimento de voz para que RA Grogu possa reagir toda vez que você disser o nome dele.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: The Verge