Concorrente TikTok, Triller, supostamente está crescendo seu número de usuários

ANÚNCIO

O aspirante a concorrente do TikTok, Triller, supostamente inflou seus números de usuários ativos mensais, de acordo com um relatório publicado no Business Insider.

No mês passado, o Triller – um aplicativo de vídeo que atraiu várias estrelas da TikTok, incluindo a pessoa mais popular da plataforma, Charli D’Amelio – anunciou que tinha mais de 100 milhões de usuários ativos por mês.

ANÚNCIO

Mas há contestações…

Falando ao Business Insider, seis ex-funcionários contestaram esses números e disseram ao repórter Dan Whateley que os números de Triller eram duvidosos, com base em sua experiência com a empresa.

Foto: (Alex Castro / The Verge)

Leia também: Estrelas do TikTok Charli e Dixie D’Amelio estão lançando um podcast sobre elas mesmas

Em outubro do ano passado, Triller disse que atingiu 13 milhões de usuários ativos por mês e 60 milhões de downloads de aplicativos.

Uma captura de tela fornecida ao Business Insider de um dos painéis de análise da empresa, no entanto, mostra uma história diferente – apenas 2 milhões de usuários ativos por mês no iOS e cerca de 484.000 usuários ativos por mês no Android.

ANÚNCIO

Essa informação foi publicada apenas algumas semanas após o anúncio público da empresa.

“Quatro dos seis ex-funcionários da Triller com quem a Business Insider conversou confirmaram que tinham acesso ao painel do Localytics e se lembravam da contagem de MAU de Triller que variava entre 1 milhão e 2,5 milhões na época”, escreveu Whateley em sua história.

Enquanto isso, a empresa de análise móvel terceirizada Apptopia estimou que Triller teve apenas 52 milhões de instalações vitalícias em agosto – um número que é muito diferente dos 250 milhões da empresa.

Naquela ocasião, Triller ameaçou processar pela diferença. Ultimamente, Triller tem chamado muita atenção porque TikTok, seu maior rival, tem sido alvo da ira do presidente Trump.

O presidente ameaçou banir o TikTok porque ele é propriedade de uma empresa chinesa, a ByteDance.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: The Verge

ANÚNCIO