Duas coisas importantes que as pessoas erram sobre saúde intestinal

ANÚNCIO

Nosso intestino desempenha um papel importante em nossa saúde geral, mas de acordo com um estudo CSIRO de 2019, pelo menos 50% dos australianos adultos apresentam problemas de saúde intestinal, com um em cada sete apresentando sintomas angustiantes. 

É o lugar onde digerimos e absorvemos todos os nossos nutrientes, e se você perguntar à nutricionista e nutricionista Marika Day – que tem uma abordagem sem BS para a nutrição – manter um intestino saudável é muito importante.

ANÚNCIO
Duas coisas importantes que as pessoas erram sobre saúde intestinal
Foto: (Getty Images/iStockphoto)

Day admite que pesquisas recentes revelaram o papel que a microbiota intestinal – também conhecida como bactéria alojada no intestino grosso – desempenha em outros aspectos da saúde.

“Estamos começando a ver correlações entre a diversidade bacteriana no intestino e certas doenças crônicas como doenças cardiovasculares, diabetes e Alzheimer”, acrescenta Day.

No entanto, quando se trata de saúde intestinal, há duas coisas que a maioria das pessoas se engana, e é algo que Day deseja que pare.

ANÚNCIO

Leia também: Como ficar no meio da natureza pode melhorar sua saúde mental e bem-estar

Eliminar alimentos é a resposta

Qualquer sinal de desconforto abdominal faz com que a maioria olhe para a dieta. Embora este seja um grande passo para estreitar a causa, algumas pessoas optam pela eliminação de alimentos como a solução. Mas Day avisa que nem sempre é a resposta.

Duas coisas importantes que as pessoas erram sobre saúde intestinal
Foto: (Getty Images/iStockphoto)

“A maioria das pessoas pula direto para ‘Do que eu preciso me livrar da minha dieta?’ e culpar não apenas a dieta, mas um determinado alimento na dieta “, diz Day.

“Para uma boa saúde intestinal, queremos ter uma dieta tão diversa quanto possível, porque é isso que vai melhorar a nossa microbiota intestinal.”

Se sentir desconforto intestinal com frequência, é sempre melhor visitar seu médico e procurar ajuda antes de iniciar uma dieta de eliminação. Trabalhar com um profissional permitirá que você elimine com sucesso e, então, quando for a hora certa, reintroduza (importante) os gatilhos alimentares de volta à sua dieta sem causar desconforto.

Suplementos são a resposta

Marika Day acredita que esse é um equívoco comum quando se trata de saúde intestinal.

“Seria tão bom poder dizer ‘Oh, estou me sentindo um lixo – sem trocadilhos – vou tomar um suplemento e isso vai me fazer sentir melhor”, disse Day, que sofre de doença celíaca doença e tem interesse em nutrição para distúrbios gastrointestinais, saúde intestinal e saúde da mulher.

“Mas às vezes a solução – e essa é a coisa realmente frustrante para mim – é muito mais complexa. É sobre como controlar o estresse e olhar para sua dieta, olhar para seus exercícios, todas essas coisas muito mais complexas que envolverão mais mudanças de prazo mais longo.

Na Austrália, 46% das mulheres compram vitaminas, minerais ou suplementos em uma média de seis meses, em comparação com 33% dos homens, de acordo com dados de Roy Morgan.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: Coach Nine

ANÚNCIO