Facebook remove post de Trump dizendo falsamente que COVID-19 é menos mortal do que a gripe

ANÚNCIO

O Facebook removeu uma postagem em que o presidente Donald Trump afirmava falsamente que o novo coronavírus era menos mortal do que uma gripe comum.

Trump escreveu no Facebook e no Twitter que a América tinha “aprendido a conviver” com a próxima temporada de gripe, “assim como estamos aprendendo a conviver com” COVID-19 – que, Trump afirmou incorretamente, é “muito menos letal”.

ANÚNCIO

O Facebook confirmou à CNN que a postagem foi removida por quebrar suas regras contra a desinformação do COVID-19.

Foto: (Win McNamee / Getty Images)

Fique por dentro: Joe e Jill Biden testa negativo para Coronavirus

O Twitter não removeu um tweet com a mesma mensagem, mas adicionou um rótulo de aviso e restringiu as interações com a postagem.

Como tweetou o repórter da CNN, Donie O’Sullivan, o Facebook se comprometeu a remover as informações incorretas do COVID-19 que podem “contribuir para danos físicos iminentes”.

ANÚNCIO

Isso inclui falsas alegações sobre “a localização e a gravidade” dos surtos de COVID-19.

Não sabemos a taxa de mortalidade exata do novo coronavírus, mas há evidências substanciais de que é mais mortal do que a gripe, mesmo para populações de baixo risco.

Trump também afirmou que “às vezes mais de 100.000” pessoas morrem de gripe a cada ano, enquanto o número real está entre 24.000 e 62.000 mortes de americanos nos últimos anos. COVID-19 matou mais de 210.000 americanos desde março.

Trump testou positivo

Trump foi diagnosticado com COVID-19 na semana passada e passou o fim de semana no Centro Médico Militar Nacional Walter Reed antes de receber alta ontem.

Ele anunciou sua saída minimizando a gravidade do vírus. De forma mais geral, um estudo recente sugere que Trump tem sido um grande impulsionador do que os especialistas em desinformação chamam de “infodemia” – uma coleção de afirmações falsas sobre os efeitos do vírus e a eficácia das vacinas, uso de máscara, social distanciamento e outras medidas.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: The Verge e Vox

ANÚNCIO