Como ficar sem maquiagem durante a quarentena beneficia sua pele

ANÚNCIO

Quando comprei meu primeiro corretivo na sexta série, não previ que seria necessário uma pandemia para que eu abandonasse minha rotina recém-descoberta. Mas quase 20 anos depois, passei quatro meses sem nem mesmo rímel cobrindo meus cílios.

Minha experiência acidental revelou algo inesperado. Quando um mês e depois outro se passaram e minha pele estava mais clara do que nunca, percebi que meu hábito de maquiagem pode ter exacerbado minhas erupções de espinhas.

ANÚNCIO

Depois de lidar com a acne pelo que parece uma vida inteira, foi realmente o que eu coloquei para encobri-la que estava causando isso em primeiro lugar?

Perguntei a Laura Marinelli, microbiologista e consultora científica da Ellis Day Skin Science, se a pele realmente precisa respirar. A resposta é sim.

“Embora seja verdade que a camada superior da pele retira oxigênio do ar, há outra razão importante para dar à nossa pele uma folga de toneladas de produtos pesados”, disse Marinelli.

ANÚNCIO

“A maioria dos produtos de maquiagem e de cuidados com a pele criam um bloqueio temporário, que pode interferir no processo de renovação natural da pele.”

Como ficar sem maquiagem durante a quarentena beneficia sua pele
A cantora e compositora Alicia Keys escreveu um ensaio de 2016 para “Lenny“, explicando sua decisão de não usar maquiagem. (Créditos: Getty Images)

A maquiagem pode criar o que Marinelli chama de “uma parede artificial em nossa pele”, que pode levar ao acúmulo de material causador de acne, como células mortas da pele, suor, óleo e detritos ambientais.

“Dar à sua pele uma pausa ocasional de seu regime normal de maquiagem e, claro, remover toda a maquiagem todas as noites, pode ajudar as propriedades naturais de cura e rejuvenescimento da pele”, explicou Marinelli.

Michelle Henry, uma dermatologista credenciada em Nova York, concorda que a maquiagem pode ter um efeito nas erupções.

“Se você usa maquiagem muito oleosa, pesada e oclusiva, maior é o potencial de óleo, sujeira e detritos se acumularem nos poros e causar acne”, ela avisa, sugerindo que uma pausa na maquiagem pesada pode ser boa para pele.

No entanto, ela disse que aqueles que usam maquiagem mais leve, sem óleo ou à base de pó e apresentam acne, podem continuar usando essa maquiagem, se seguirem uma boa rotina de cuidados com a pele.

Embora por agora eu esteja sem maquiagem, eventualmente o mundo se abrirá novamente e eu recuperarei minha base de sua nova casa no armário.

Pele saudável e maquiagem podem coexistir pacificamente?

A maneira mais óbvia de prevenir a acne induzida por maquiagem é uma rotina de limpeza rigorosa.

“Eu recomendo um limpador suave e não secante, que não contenha álcoois desnaturados, laurilsulfatos de sódio (SLS) ou lauril sulfatos de sódio (SLES), que podem tirar sua pele de seus óleos naturais e, paradoxalmente, causar produção excessiva de óleo e irritação ”, disse Marinelli.

Ela também disse que a limpeza dupla pode ajudar, mas alerta contra limpadores à base de óleo que podem causar espinhas.

Em vez disso, Marinelli sugere o uso de uma almofada de algodão com água micelar após a lavagem, seguida de um toner sem álcool.

As erupções provocadas pela maquiagem também podem ser causadas por pincéis ou esponjas de maquiagem sujas, ou por não lavar as mãos antes de aplicar a maquiagem.

“Dedos e pincéis sujos podem abrigar bactérias nocivas, que afetam o microbioma normal da pele, causando erupções e inflamação”, disse Marinelli.

Também pode ser que a maquiagem que você está usando não combine com o seu tipo de pele. Aqueles que já estão propensos a erupções devem procurar maquiagem não comedogênica, o que significa que não tem ingredientes conhecidos por obstruir os poros.

“O entupimento dos poros é o primeiro passo para um episódio de acne – o poro entupido pode se tornar um cravo, ou uma inflamação sob a pele e se tornar um cisto”, disse Henry.

Prestar atenção ao rótulo dos ingredientes pode ajudar. Marinelli cita o óleo de coco, óleo de palma, óleo de gérmen de trigo, lanolina e fragrâncias artificiais como benzaldeído como problemáticos.

Mesmo ingredientes aparentemente benignos, como algas e extratos de algas, têm uma alta probabilidade de obstruir os poros.

“Eles têm classificações comedogênicas muito altas, embora haja algumas evidências de que também têm propriedades benéficas. Portanto, embora você possa não querer evitá-los completamente, esteja ciente de que eles podem causar problemas para a pele propensa a acne ”, disse Marinelli.

Também preste atenção a certos ácidos graxos e ésteres de ácidos graxos, que são usados ​​como agentes suavizantes e condicionadores da pele em bases e corretivos, e também são muito comedogênicos.

“Alguns dos piores ingredientes para pele propensa a erupções incluem miristato de isopropila, palmitato de isopropila, palmitato de etilhexila, ácido isoestárico e ácido esteárico, para citar apenas alguns”, disse Marinelli.

Ela também sugere que, se você estiver comprando produtos comercializados para pele oleosa ou com tendência a erupções, deve evitar ingredientes que promovam o ressecamento, como álcoois desnaturados e álcool isopropílico.

No final das contas, uma rotina de limpeza rigorosa (mas suave!), aplicadores de limpeza e uma lista de ingredientes não comedogênicos, podem ajudar a manter afastadas as acnes induzidas por maquiagem.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: HuffPost

ANÚNCIO