Google Chrome afeta negativamente computadores Mac e Windows: Como corrigir esse problema?

O Google Chrome pode ser o maior navegador da web do mundo, mas é conhecido por deixar computadores Mac e Windows mais lentos, afetando especialmente a bateria e os processadores de um sistema, com alguns relatos de que o navegador os afeta mesmo quando não está ligado.

Google Chrome afeta negativamente computadores Mac e Windows: Como corrigir esse problema?
Foto: (reprodução/internet)

“Chrome é ruim”

O Chrome tem milhões de usuários ativos, mas a causa não está clara para muitos.

Isso até um usuário frustrado do Chrome no Mac descobrir em sua pesquisa que a razão por trás da desaceleração do Mac se deve ao Chrome Keystone, um mecanismo de atualização automática implementado pela empresa.

Para explicar melhor o problema, Loren Brichter, um desenvolvedor de software, criou o site conhecido como “Chrome is Bad” (Chrome é ruim), que também inclui uma solução detalhada para o problema.

De acordo com o News18, o navegador do Google instala o Keystone em seu computador, que então se esconde do Activity Monitor que pode deixar seu computador muito mais lento mesmo quando não está em uso, mas excluir o Google Chrome e o Chrome Keystone pode aparentemente tornar seu computador “muito, muito mais rápido , o tempo todo.”

Brichter detalhou como percebeu o problema, dizendo que seu Mac estava desacelerando e quando ele verificou o Activity Monitor de seu computador, ele não mostrou nada do Google usando a CPU do sistema.

Leia também: Novas ferramentas e diretrizes da comunidade TikTok: Telas de aviso para conteúdo perturbador chegarão em breve

Encontrando os Keystones do Chrome

No entanto, ele percebeu que “WindowServer” estava consumindo 80% do uso da CPU, o que na verdade é considerado anormalmente alto.

O desenvolvedor de software tentou as correções normais, como desconectar usuários, reiniciar seu computador e excluir alguns aplicativos, mas nada mudou até que ele se lembrou de baixar o Chrome para testar um site.

A partir daí, ele excluiu o Chrome e foi quando viu o Keystone entre outros arquivos incluídos no navegador.

“Eu apaguei tudo do Google que pude encontrar, reiniciei o computador e foi como noite e dia. Tudo foi instantâneo e visivelmente mais rápido, e a CPU do WindowServer estava bem abaixo de 10% novamente”, escreveu Brichter em seu site.

Ele também fez a mesma coisa no iMac de sua família em 2015, pois disse que estava parcialmente lento desde que compraram o computador.

Mas, como se viu, a primeira coisa que fizeram foi instalar o Chrome ao configurar o dispositivo, então ele também excluiu o Chrome e todos os arquivos do Keystone que estavam no computador, dizendo que quando ele reiniciou o dispositivo, e ele foi tão rápido que parecia um novo computador.

Como excluir o Google Chrome e os Keystones do Chrome no Mac

Então, como você exclui o Chrome Keystone?

  1. Vá para a pasta Aplicativos e arraste o Chrome para a Lixeira.
  2. Clique no Menu (na parte superior da tela) e escolha “Ir para a pasta …”
  3. Digite em Biblioteca, pressione Enter e, em seguida, verifique as pastas LaunchAgents, LaunchDaemons, Caches, Application Support, Preference.
  4. Exclua todas as pastas do Google e tudo o que comece com com.google.keystone… e com.google…
  5. Volte para “Ir para a pasta …”, digite Biblioteca e pressione Enter, depois verifique todas as pastas como na etapa 3.
  6. Repita a etapa 4.
  7. Por fim, Esvazie o Lixo e reinicie o Mac.

Existem vários outros navegadores da web que você pode usar se quiser evitar o Chrome, como Microsoft Edge ou Safari, ou Mozilla Firefox, entre outros.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: Tech Times