Olivia Wilde defende Harry Styles por usar vestido na capa da Vogue

ANÚNCIO

A atriz e diretora Olivia Wilde defendeu Harry Styles por usar um vestido na capa da revista Vogue. Enquanto o ex-astro do One Direction recebeu elogios da declaração de moda ousada, ele também atraiu críticas da autora de best-sellers e comentarista conservadora do New York Times Candace Owens, 31.

“Não há sociedade que possa sobreviver sem homens fortes”, disse Owens sobre Styles, de 26 anos, que foi o primeiro homem a aparecer na capa de uma revista de moda.

ANÚNCIO

“O Oriente sabe disso. No Ocidente, a feminização constante de nossos homens, ao mesmo tempo em que o marxismo está sendo ensinado aos nossos filhos, não é uma coincidência. É um ataque direto. Tragam homens viris de volta.”

Olivia Wilde defende Harry Styles por usar vestido na capa da Vogue
Foto: (reprodução/internet)

Mas Wilde – que está dirigindo Styles no próximo filme Don’t Worry Darling – não aceitou os comentários de Owens. “Você é patética”, Wilde, de 36 anos, tuitou em resposta.

Veja mais: Harry Styles revela videoclipe de Golden

ANÚNCIO

Mais pessoas também defenderam Harry Styles

E ela não é a única que pensa assim. Ecoando os sentimentos de Wilde estão a comediante Kathy Griffin e a atriz de The Good Place Jameela Jamil. “Candy Owens não sabe o que vai fazer por ir contra os stans de Harry Styles”, Griffin twittou em 17 de novembro, referindo-se aos fãs obstinados do cantor conhecido como ‘stans’.

Quanto a Jamil, a estrela britânica disse que ser viril não se define por roupas masculinas. “Harry Styles é muito viril, porque viril é o que você quiser que seja, não o que alguns inseguros, tóxicos, odiadores de mulheres, homofóbicos decidiram que era há centenas de anos. Ele é 104% perfeito , “Jamil tuitou.

Harry Styles fez história com sua aparição na capa da edição de dezembro da Vogue – e ele estava aberto para se expressar enquanto experimentava com a moda para seu grande momento.

“As roupas existem para se divertir, experimentar e brincar”, disse ele à revista. “O que é realmente empolgante é que todas essas falas estão meio que se desintegrando. Quando você para de pensar que ‘há roupas para homens e há roupas para mulheres’, uma vez que remove quaisquer barreiras, obviamente você abre a arena na qual você abre sua mente. Eu gosto de brincar de me fantasiar em geral.”

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: Celebrity Nine, Variety e Vogue

ANÚNCIO