Pixelmator Pro recebe atualização para M1 Macs

ANÚNCIO

Pixelmator anunciou o Pixelmator Pro 2.0, a mais nova atualização do software de edição de imagens Pixelmator Pro. O aplicativo estará disponível a partir de amanhã, 19 de novembro.

A grande notícia é que o Pixelmator Pro 2.0 será executado nativamente em Macs com o novo chip M1 da Apple. Atualmente, as versões de aplicativos que foram desenvolvidos para sistemas Intel só podem ser executados nos novos Macs por meio de uma camada de emulação chamada Rosetta 2. 

ANÚNCIO

Outros desenvolvedores de terceiros, como a Adobe, não planejam lançar as versões finais nativas do Arm de seus software até o final deste ano, então os editores de fotos podem ficar aliviados em ver o suporte do Pixelmator Pro logo após o lançamento do M1. (Você ainda poderá executar o Pixelmator Pro 2.0 em Macs baseados em Intel também.)

Pixelmator Pro recebe atualização para M1 Macs
Foto: (Pixelmator)

Leia também: DaVinci Resolve beta já está disponível para Macs equipados com Arm

Mudanças do aplicativo em detalhes

O Pixelmator Pro 2.0 também inclui novos recursos de aprendizado de máquina que tiram proveito do mecanismo neural de 16 núcleos do M1. A empresa diz que funções como ML Super Resolution, que amplia fotos de baixa resolução preservando detalhes e texturas, serão até “15 vezes mais rápidas” nos novos Macs.

ANÚNCIO

O aplicativo também tem um novo ícone. Com o macOS Big Sur, a Apple atualizou seus ícones de dock para se parecerem melhor com seus equivalentes no iOS e iPadOS. O ícone do Pixelmator Pro adota a mesma forma quadrada arredondada dos novos ícones da Apple.

E o aplicativo também tem um novo redesenho, de acordo com a nova estética do Big Sur. Pixelmator o descreve como “totalmente novo, mais refinado e mais moderno”. 

A interface inclui uma nova barra de ferramentas unificada, bem como dois novos navegadores e mais de 200 novos presets. Você pode ler a lista completa de novos recursos na página de atualizações do Pixelmator.

Os usuários atuais do Pixelmator Pro podem atualizar para 2.0 gratuitamente. Você pode comprar o aplicativo pela primeira vez na App Store por US $ 39,99.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: The Verge

ANÚNCIO