Presidente russo, Vladimir Putin, é indicado para o Prêmio Nobel da Paz

ANÚNCIO

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi nomeado para o Prêmio Nobel da Paz. Em declarações hoje (quinta-feira), seu porta-voz Dmitry Peskov disse que a indicação não foi feita pelo Kremlin (governo russo).

Foto: (reprodução/internet)

De acordo com a agência de notícias Tass, ele disse: “Todos vocês sabem que pessoas completamente diferentes são indicadas para este prêmio, esta é uma iniciativa de quem envia a indicação.”

ANÚNCIO

“Neste caso, [a nomeação foi apresentada] pelo referido escritor [Komkov]. Se essa decisão for tomada [para conceder o prêmio a Putin], ótimo, se não, não há problema também.”

Putin também foi indicado ao prêmio em 2013 e se junta ao presidente dos EUA, Donald Trump, na lista de indicados deste ano.

Ele foi indicado por Christian Tybring-Gjedde – um político norueguês de direita – por seu trabalho na mediação de um acordo entre Israel e os Emirados Árabes Unidos.

ANÚNCIO

Em sua carta de indicação, Tybring-Gjedde escreveu: “Como se espera que outros países do Oriente Médio sigam os passos dos Emirados Árabes Unidos, este acordo pode ser uma virada de jogo que transformará o Oriente Médio em uma região de cooperação e prosperidade.”

Veja mais: Facebook vai rejeitar anúncios políticos reivindicando vitória antecipada em novembro

Foto: (reprodução/internet)

Ele também citou o papel fundamental do presidente em facilitar o contato entre as partes em conflito e criar novas dinâmicas em outros conflitos prolongados, como a disputa de fronteira da Caxemira entre a Índia e o Paquistão e o conflito entre a Coreia do Norte e do Sul, bem como o tratamento com as capacidades nucleares da Coreia do Norte.

Declarações polêmicas

Em declarações à Fox News, Tybring-Gjedde disse: “Por seu mérito, acho que ele fez mais tentativas para criar a paz entre as nações do que a maioria dos outros indicados ao Prêmio da Paz.”

Tybring-Gjedde também indicou Trump para o prêmio em 2018, mas disse que ele “não é um grande apoiador de Trump”.

No entanto, ele sente que o atual presidente dos Estados Unidos merece mais o prêmio do que Barack Obama, que ganhou em 2009.

Foto: (reprodução/internet)

Tybring-Gjedde disse: “O comitê deve examinar os fatos e julgá-lo com base nos fatos – não na maneira como ele às vezes se comporta. As pessoas que receberam o Prêmio da Paz nos últimos anos fizeram muito menos do que Donald Trump. Por exemplo, Barack Obama não fez nada.”

As nomeações podem ser feitas por um indivíduo ou organização que já tenha recebido o prêmio, professores universitários, membros do governo, membros da Corte Internacional de Justiça, do Institut de Droit International ou quaisquer membros atuais e antigos do Comitê do Nobel da Noruega.

Assim que a revisão for concluída, o Comitê do Nobel anunciará os ganhadores do Prêmio Nobel deste ano em 9 de outubro. Os premiados receberão o prêmio em uma cerimônia em Oslo em dezembro.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: LAD Bible

ANÚNCIO