Samsung lança o Galaxy Fold, seu primeiro smartphone dobrável

SÃO FRANCISCO — O evento agendado pela Samsung era para o lançamento do novo Galaxy S10, mas o destaque desta quarta-feira no palco do Auditório Bill Graham Civic, em São Francisco, foi a apresentação do Galaxy Fold, o primeiro smartphone dobrável da gigante sul-coreana. Com especificações técnicas poderosas e quatro opções de cores, o novo produto chegará às lojas no dia 26 de abril, com preços a partir de US$ 1980.

— Os nossos telefones ainda são fundamentalmente limitados pelo tamanho dos nossos aparelhos. Até agora — afirmou Justin Denison, vice-presidente de Marketing de Produtos da Samsung. — Nós estamos dando a vocês um dispositivo que não se define em uma nova categoria, ele desafia as categorias.

Dobrado, o Galaxy Fold tem tela de 4,6 polegadas, que aumenta para 7,3 polegadas quando aberto, num design batizado como “infinity flex”. Fechado, ele tem a aparência de um smartphone, mas quando aberto, se transforma num tablet. A fabricante trabalhou junto com o Google numa ferramenta chamada “App Continuity”, para que o aplicativo em execução seja readaptado automaticamente ao tamanho da tela quando o aparelho for aberto ou fechado.

O Galaxy Fold estará disponível em quatro cores diferentes: preta, prata, verde e azul. Para alimentar tanta tela, o aparelho possui duas baterias, uma de cada lado. O processador, segundo Denison, é o “estado da arte em sete nenômetros”, com 12GB de memória RAM e 512GB de espaço para armazenamento, comversões para 4G e 5G. Ao todo, o Galaxy Fold tem seis câmeras: três na traseira, duas internas e uma frontal.

— É um smartphone, um tablet e uma câmera que cabem no seu bolso — brincou Denison.

ANÚNCIO
O Samsung Fold tem especificações topo de linha, com preço a partir de US$ 1980 – JUSTIN SULLIVAN / AFP

O diretor executivo da companhia, DJ Koh, destacou o caráter inovador do Galaxy Fold, sobretudo num momento em que a indústria de smartphones passa por sua crise de maturidade, registrando queda nas vendas pela primeira vez na história. Para o executivo, o smartphone, que se abre como um tablet, “responde aos céticos que dizem que todo o possível já foi feito, que a era da inovação dos smartphones chegou ao fim, e que a categoria smartphones é madura num mercado saturado”.

— Ocasionalmente, um novo dispositivo é introduzido e provoca uma reviravolta nas expectativas, ajustando a indústria para um novo caminho — afirmou Koh. — Com o Galaxy Fold, nós reinventamos a tela a partir do zero e criamos uma nova categoria de smartphone.

Samsung estreia no 5G

Além do Fold, a
Samsung
lançou a décima edição da sua linha Galaxy S,
com quatro modelos diferentes: S10, S10 5G, S10+, S10e. Os destaques são um
modelo com 1 terabyte de espaço de armazenamento, o sensor de digital embutido
na tela e a entrada da Samsung no
5G, a próxima geração da telefonia móvel. O modelo mais em conta é o S10e, com
preços a partir de US$ 749. O S10 e o S10+ custam a partir de US$ 899 e US$ 999,
respectivamente.

— Para ser honesto, eu estou um pouco mais excitado pelo telefone 5G —
afirmou Nick Statt, diretor executivo da Verizon, a primeira operadora a receber o S10 5G.
— É tão incrível que estejamos finalmente aqui, prestes a levar o 5G para o
mercado.

A evolução da linha Galaxy S, da Samsung

  • O primeiro smartphone da linha Galaxy S chegou ao mercado em junho de 2010. Na época, as configurações eram consideradas robustas, com processador ARM de 1 GHz, tela de quatro polegadas com resolução 480 x 800 pixels e câmera de 5 megapixelsFoto: Divulgação

  • Apresentado em fevereiro de 2011, o Galaxy S2 apresentava evoluções consistentes em relação ao antecessor. A tela de 4,3 polegadas e câmera de 8 megapixels que gravava vídeos em Full HD, um luxo para a épocaFoto: Divulgação

  • Lançado em 2012, o Galaxy S3 elevou a Samsung a um novo patamar na indústria de celulares. Por suas qualidades, o aparelho recebeu o apelido de ‘Iphone Killer’, o matador do iPhone Foto: Reprodução/YouTube

  • O Galaxy S4 foi lançado em março de 2013 e, pela atenção chamada pelo antecessor, começou a ser alvo de críticas. A principal era sobre a aparência. Em plástico, parecia muito inferior ao iPhone, que já tinha a carcaça em vidro e alumínioFoto: Divulgação

  • Lançado em 2014, o Galaxy S5 foi bem recebido pelos críticos por seu poderoso hardware, mas seu design em plástico continuou sendo alvo de críticas, característica que só foi consertada no sucessor, Galaxy S6Foto: Divulgação

  • O Galaxy S6 marcou a entrada da linha top da Samsung no mundo das telas curvas. Respondendo aos críticos, a fabricante remodelou o aparelho com metal e vidro e apresentou a versão Edge e a Edge+Foto: Divulgação

  • O Galaxy S7 continuou com duas versões, uma com a tela plana e outra, com a curva. Lançado no mesmo ano das Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, o aparelho foi distribuído para todos os atletas que disputaram a competição numa grande ação de marketing da companhiaFoto: Divulgação

  • O Galaxy S8, de 2017, o modelo com tela plana foi extinto, sobrando apenas as versões com telas curvas. A versão ganhou a controversa assistente virtual Bixby, reconhecimento facial e por íris e o Samsung DeX, acessório que transforma o celular numa interface desktop num monitorFoto: Divulgação

  • Lançado ano passado, o Galaxy S9 não trouxe grandes novidades no design, mas incorporou melhorias significativas na câmera, com a inclusão de mais um sensor na parte traseira na versão S9+Foto: Divulgação

Com o lançamento de um aparelho topo de linha 5G, a Samsung aumenta a pressão sobre a Apple. Segundo a expectativa da indústria, a
empresa comandada por Tim Cook só lançará um iPhone compatível com as novas
redes no ano que vem. Por outro lado, a gigante sul-coreana entra na briga com
concorrentes chinesas, como a Huawei, que
já ameaçam o seu reinado como maior fabricante de smartphones do planeta.

O Galaxy S10
tem tela de 6,1 polegadas, com resolução de 3040 x 1440, resultando em 550 pixels por polegada. Seguindo tendência do
mercado, o sensor digital saiu da parte traseira e foi integrado na tela. São
três câmeras traseiras, sendo uma grande angular de 12 megapixels, uma
teleobjetiva, também com 12 megapixels, e uma ultra grande angular, de 16
megapixels. Na parte frontal, uma câmera de 10 megapixels para selfies, embutida num pequeno buraco na tela, num
design conhecido como “Infinity O
Display”,
menos agressivo que o recorte na tela do “Notch”, adotado pela Apple nos iPhones.

A nova linha Galaxy S da Samsung: S10e, S10, S10+ e S10 5G – HENRY NICHOLLS / REUTERS

O processador tem oito núcleos, impulsionado por 8GB de mamória RAM, com modelos com 128GB ou 512GB de
espaço para armazenamento, além de espaço para cartão MicroSD de até 512GB. A bateria tem 3.400 mAh, com carregamento rápido com ou seu fio.

12GB de RAM e 1TB de armazenamento

O Galaxy S10+
tem tela um pouco maior, com 6,4 polegadas, alcançando resolução de 438 pixels por polegada. As configurações são
praticamente as mesmas do Galaxy S10,
com pequenas melhorias, como uma segunda câmera frontal, que permite selfies com efeito bokeh. A bateria é um pouco mais potente, com
4.100 mAh, mas o
gasto também deve ser maior por causa das dimensões do display.

O aparelho tem 8GB de memória RAM e versões em 128GB e 512GB de
armazenamento, além de uma versão especial, com incríveis 12GB de RAM e 1
terabyte de espaço para armazenamento.

— É como ter um supercomputador no seu bolso — brincou Drew Blackard,
diretor de Marketing de Produto da companhia.

Para concorrer com o iPhone XR, mais barato que os modelos padrão XS e XS Max
da Apple, a
Samsung lançou o Galaxy S10e, com especificações um pouco mais
modestas, mas ainda poderosas. A tela é um pouco menor, com 5,8 polegadas e
resolução de 522 pixels por
polegada. A câmera traseira é dupla, com uma grande angular de 12 megapixels e
uma ultra grande angular com 16 megapixels. O aparelho tem versões com 6GB e
8GB, com espaço para armazenamento de 128GB ou 256GB.

O Galaxy S10
5G tem tela gigante de 6,7 polegadas, para o melhor consumo multimídia, com 8GB
de RAM e 256GB de armazenamento, mas não oferece espaço para cartão MicroSD. Além das quatro câmeras do Galaxy S10, o S10 5G tem mais duas câmeras 3D, uma
na frente e uma atrás, para aplicações em realidade aumentada.

Powered by WPeMatico

ANÚNCIO