Trump pode permitir que Microsoft compre TikTok

ANÚNCIO

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que pode permitir que a Microsoft compre o TikTok, se o aplicativo for completamente separado de Pequim, na China, de acordo com o último relatório do Daily Mail.

A Microsoft confirmou no domingo, 2 de agosto, que continuará as discussões sobre seu plano de comprar o popular aplicativo de vídeo curto da gigante chinesa da internet, ByteDance, apesar de Trump anunciar que a proibiria no sábado, 1º de agosto.

ANÚNCIO

O senador republicano, Lindsey, disse que o presidente Trump quer garantir que todos os dados privados adquiridos pelo TikTok dos americanos não sejam de propriedade do Partido Comunista Chinês.

O secretário de Estado, Mike Pompeo, também disse que o presidente dos EUA tomará medidas contra outras empresas de software chinesas, que estão enviando dados diretamente para o governo de Pequim.

Ainda não está claro o que mudou a decisão de Trump, mas o relatório disse que existem parlamentares que o incentivaram, nos últimos dois dias, na venda do TikTok para a Microsoft.

ANÚNCIO
(Créditos: PopCrave)

As autoridades dos Estados Unidos alertaram repetidamente o público sobre o risco nacional que o TikTok pode causar, uma vez que está sob sua atual controladora chinesa, a empresa de software ByteDance, com sede em Pequim, por causa dos dados pessoais que o aplicativo coleta.

A Casa Branca não respondeu imediatamente à declaração da Microsoft.

“A Microsoft aprecia totalmente a importância de abordar as preocupações do presidente”, afirmou a empresa.

“Ele está comprometido em adquirir o TikTok, sujeito a uma revisão completa da segurança e em fornecer benefícios econômicos adequados aos Estados Unidos, incluindo o Tesouro dos Estados Unidos”, acrescentou a Microsoft.

Qual seria o acordo proposto?

A empresa também disse que um acordo com os EUA ainda não é certo, mas espera que as negociações iniciem em 15 de setembro.

A Casa Branca havia rejeitado a recente proposta da ByteDance de manter uma minoria nos negócios americanos de TikTok.

(Créditos: CultureCrave)

A Microsoft disse que está pronta para continuar as discussões para explorar a compra do popular aplicativo de vídeo, nos Estados Unidos.

Também confirmou que a ByteDance e a Microsoft notificaram seu plano de explorar uma proposta preliminar que envolveria a compra do serviço TikTok nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e Canadá, o que daria à Microsoft a propriedade das operações da TikTok nesses mercados.

“Entre outras medidas, a Microsoft garantirá que todos os dados privados dos usuários americanos do TikTok, sejam transferidos e permaneçam nos Estados Unidos”, acrescentou a empresa.

A Microsoft disse que aprecia as iniciativas do presidente Trump e do governo dos EUA de desenvolver continuamente as fortes proteções do país quando se trata de dados sensíveis dos americanos.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fontes: Tech Times e Daily Mail

ANÚNCIO