Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF

Atualmente, o cartão é um dos mecanismos mais simples, ágeis e até mesmo seguros para fazer compras no mundo todo. Sem contar que além dessa função, eles podem permitir o parcelamento, as compras em outros países e até mesmo benefícios de pontos e descontos.

ANÚNCIO

Agora, se você é um pequeno empreendedor, como um MEI ou um autônomo, pode ser que já tenha ouvido falar do cartão PJ, não é mesmo? Só que ainda há muitas dúvidas acerca desse assunto, o que é natural. Nas próximas linhas, você vai entender melhor do cartão PJ e do PF.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

PJ e PF

PJ é a abreviação para Pessoa Jurídica. Enquanto isso, PF é a abreviação para Pessoa Física. Para quem é autônomo ou MEI, considere que há uma confusão ainda maior nessas siglas porque geralmente o profissional acaba usando a mesma conta bancária para tudo.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

O que, na verdade, é um grande erro. Isso porque as contas bancárias, assim como toda a administração, deveriam ser tratadas de formas diferentes, independentes. Oras, existem as contas da empresa e da pessoa física, não é? Mas, vamos deixar isso para outra conversa.

ANÚNCIO

O fato, agora, é que há vários tipos de contas. Uma delas é para pessoas físicas, que é super comum no mercado financeiro. E há também as contas para empresas. E dentro desse pacote de serviços financeiros das contas empresariais, existem também os cartões para empresas.

Os cartões PJ

Você pode chamar de cartões para empresas, cartões empresariais, cartões para autônomos, cartões de MEI ou simplesmente cartões PJ. O fato é que eles foram criados para empresas. E, por isso, ainda que seja muito parecido com um cartão PF, ele tem diferenças importantes.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

A ideia é que o cartão PJ ajude a empresa a crescer e se manter. Isso pode acontecer por motivos como as compras parceladas ou a gestão de compras. Assim, como trazer benefícios na hora de conseguir descontos em compras e fazer pagamentos mais seguros.

ANÚNCIO

No próximo tópico, nós vamos citar, primeiro, todas as principais vantagens desse tipo de cartão. Só que antes disso, considere que estamos falando do cartão com a função de crédito e não do cartão consignado ou de débito, ok?

Os benefícios do cartão para empresas

Para quem é empreendedor e está nessa busca por ajustar melhor as contas da empresa, o cartão pode ser útil nessa hora porque ele permite que através de um aplicativo seja possível ver todos os gastos, avaliar as compras e até mesmo entender sobre isso.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Outra coisa é que ele permite a tal da “compra registrada”, que nada mais é do que ver tudo de forma automática em sistemas de compra, com comprovantes e extratos. Isso vale para comprovar gastos ou reclamar em casos de compras não autorizadas, por exemplo.

Tem ainda a vantagem de comprar parcelado. Por exemplo, quando estamos falando de algum equipamento ou acessório para a empresa, como notebook, eletrônicos, entre outros. Geralmente, alguns cartões para empresas possuem taxas de juros mais baixas.

O cuidado para o cartão não virar vilão

Apesar dos benefícios, saiba que o cartão pode virar um grande vilão do orçamento da empresa. Isso quando ele é usado de forma errada. Assim, o limite de crédito pode acabar causando um problema no futuro da empresa.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Então, muito além de considerar os pontos positivos, pense também nas taxas de juros e nas tarifas desses produtos. A gente vai mencionar aqui, de um modo geral, as taxas de juros para você entender a importância desse estudo antecipado.

As taxas de juros do cartão PJ

Como acabamos de mencionar, considere que é importante avaliar as taxas de juros e fazer o uso consciente do cartão de crédito para que ele não se torne um vilão da sua empresa. Para isso, o primeiro passo é avaliar cada uma das opções na hora de solicitar o cartão.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

O problema é que a maioria dos bancos apenas dizem “as taxas variam conforme o relacionamento com a instituição”. No entanto, todos devem oferecer a simulação e as condições antes que o cliente aprove ou oficialize o pedido do cartão.

E a boa notícia é que o Banco Central tem uma página que mostra todas as modalidades de crédito, seja para empresas ou para pessoas físicas. A gente fez uma breve avaliação das taxas dos créditos para empresas e vamos detalhar abaixo, continue lendo para saber.

As taxas conforme o Banco Central

Por exemplo, nós abrimos a opção de “antecipação da fatura do cartão de crédito”, que é uma das opções que entram na taxa pré-fixada. No caso do banco Safra, a taxa mensal fica em 0,35% e isso pode chegar até 4,29% ao ano.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Depois, a taxa vai subindo e passa por Bradesco (5,24% ao ano), BS2 (7,25%), Santander (8,43%), Itaú (9,51%), Banco do Brasil (13,33%) e o Senff (26,08%).

Outra opção disponível pode ser de capital de giro, de cheque especial, de conta garantida, de desconto de cheques, de desconto de duplicata e de fornecedor. E tem ainda as de taxas pós-fixadas ou de moedas, que é o caso do adiantamento de contratos de câmbio.

Como escolher o melhor cartão PJ

Bom, a gente falou de custos e benefícios, certo? Então, vem a pergunta, qual é o melhor cartão PJ para a sua empresa? A partir daqui o assunto se assemelha com o cartão PF porque dá para considerar os mesmos pontos como importantes para essa escolha.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Independente se for um cartão para você ou para a sua empresa, considere sempre esses itens:

  • O valor da tarifa de anuidade;
  • A taxa de juros, os benefícios;
  • A possibilidade de controlar os gastos;
  • E o atendimento da empresa emissora.

Isso porque alguns cartões podem dar vantagens de pontos, descontos, produtos. Outros podem permitir cartões virtuais e adicionais para funcionários, entre tantas vantagens possíveis. No caos do cartão PF, a ideia é exatamente essa: avaliar custo-benefício.

Como solicitar um cartão PJ

Em bancos tradicionais, o caminho para solicitar um cartão para a empresa é o mesmo de sempre: ir até uma agência física, procurar pela área de empresas e solicitar o cartão. Obviamente, você terá que apresentar vários documentos de comprovação.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Já quando se fala em bancos digitais, o caminho costuma ser um pouco mais breve, ainda que também tenha a importância de apresentar os documentos, como do CNPJ, entre outros. Só que você pode fazer tudo isso pela internet, no internet banking ou no app da empresa.

Essa facilidade em fazer a abertura da conta não está somente nesse primeiro passo. Mas, após ter a aprovação ou não, você poderá ter acesso sempre remoto, online, rápido. Seja do extrato da conta, da consulta da tabela de tarifas, dos benefícios e tudo mais.

Quais os requisitos para ter o cartão PJ

Esse ponto vai depender do que a empresa financeira diz que é importante. Geralmente, exige-se que a empresa tenha ao menos 12 meses de vida e que o principal sócio proprietário não tenha restrições no nome.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Em alguns casos, como no Itaú Corporated, o requisito vai ainda além, como ter um faturamento mínimo de US$ 100 mil ao ano.

Pode usar o cartão PF para a empresa

Se você leu o texto todo, desde o primeiro tópico, até aqui, possivelmente, já sabe a resposta para essa pergunta. De todo mundo, nunca é demais reforçar: você pode fazer isso, só que não é o mais recomendado.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Isso porque você pode ir com o seu cartão PF e o seu RG comprar um notebook para a sua empresa. No entanto, não vai conseguir comprovar que foi uma compra para a empresa, por exemplo. Assim como pode não ter os benefícios focados em empresas.

Além do mais, ainda corre o risco de confundir as contas da empresa com as contas pessoais, o que é bem comum na vida dos novos empreendedores. Por isso, a recomendação sempre é ter contas separadas e cartões separados – até mesmo porque existem os gratuitos.

Tem mesmo cartões PJ gratuitos?

Tem sim e um dos mais famoso hoje em dia é da Nubank. Porém, a conta PJ e o cartão PJ ainda estão em fase de testes, mesmo que já tenham sido bem avaliados pelos clientes que conseguiram acesso a eles.

Descubra a diferença de um cartão PJ para um cartão PF
Foto: (reprodução/internet)

Depois, dá para avaliar, analisar e estudar outras opções que são grátis, como da Linker, da Conta Simples, da C6 Bank, da Neon e até mesmo do banco Inter do banco Original. Alguns ainda oferecem a chance de uma maquineta de cartões acessível. Pesquise!

Aliás, você sabia que dá para ter uma conta digital gratuita e um cartão gratuito para PJ em vários desses bancos citados? Essa ideia de ter tudo em uma conta só facilita demais na hora de fazer aquela gestão da empresa, viu.

O exemplo do banco Inter

A gente vai citar aqui o exemplo do banco Inter porque ele é um dos primeiros que permitiram isso. No entanto, essa não é uma recomendação de compra, abertura de conta ou solicitação de cartão, ok? É só uma forma de começar a estudar as opções que existem.

O benefício está em emitir boletos de graça, criar vários perfis para a mesma conta, ter o cartão de débito sem anuidade e até mesmo pedir uma maquininha de cartão com 1,80% de taxa para débito ou 2% para taxa de crédito. A antecipação é de 1%.