Bolsa de Valores – Dicas para quem quer começar a investir

Se você não tem uma vida financeira organizada ainda, considere dar esse passo atrás, pois ele faz todo sentido quando se fala em investir. Bom, é claro que dá para ganhar dinheiro na bolsa de valores. No entanto, a bolsa também é arriscada e pode significar perdas no começo. Por isso, somente uma estrutura boa vai garantir que você consiga suportar os momentos de turbulência da bolsa de valores.

ANÚNCIO

É simples demais fazer essa conta. Se você depende diretamente daquele dinheiro investido, você começou errado. Por isso, se há um primeiro passo para começar a investir na bolsa de valores, ele tem a ver com ter uma vida financeira organizada. E como é que se faz isso? Começando pela reserva de emergências, que vamos falar no próximo tópico.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Começa com a reserva financeira

Como falamos acima, o seu dinheiro aportado em ações não pode ser a sua reserva. Como assim? Vamos lá. Se o seu carro quebrar, se o cano da sua casa estourar ou se você ficar doente, você tem algum recurso para recorrer?

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Se você dizer que não tem, então, você vai ter que pegar aquela grana investida nas ações para usar agora, rapidamente, urgentemente, certo? E esse é o erro. Então, como não errar? Monte uma reserva de emergências antes de começar a investir em ações ou na renda variável.

ANÚNCIO

E essa grana da reserva pode ser variável. Se você tem um emprego fixo, por exemplo, com carteira assinada, não vai precisar de tanto. Mas, se você é um autônomo deve considerar dinheiro para cobrir momentos de “vacas magras” também. A reserva tem que ser maior. 

E com investimentos em renda fixa

Agora, para você ir entendendo mais sobre investimentos, sabe o que você faz? Pega a sua reserva e comece a aportar em renda fixa, de modo que possa sacar quando precisar ou divida em vários aportes com prazos diferentes. A renda fixa é ótima para entender investimentos.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Além disso, elas mostram a você o poder dos juros compostos, a importância de se ter objetivos, a questão dos impostos e dos encargos, a busca pelo melhor ativo e muito mais. É como um estágio para entender do mercado financeiro e vale a pena.

ANÚNCIO

Ou seja, aqui tem mais uma das dicas: não vá para a renda variável sem antes ter investido na renda fixa, combinado? E quando achar que está pronto, lembre-se dos cursos de educação financeira que podem ajudar você ainda mais nisso.

Depois, estude o mercado de ações

Ainda na renda fixa, pegue o que você já tem de bagagem e veja as dicas que os grandes investidores dão. Entenda essa questão de longo e curto prazo, de comprar empresas e não ações, de saber esperar o melhor momento, de não botar todos os ovos na mesma cesta.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Entenda também sobre setores, sobre as novas empresas da bolsa e muito mais que tiver a ver com esse tema. É comum que você descubra muitas coisas que não sabia depois de fazer compras e nessa hora o arrependimento pode significar uma perda financeira.

Portanto, para evitar esse tipo de erro tente conseguir o máximo de conhecimento que você puder, seja com matérias, lendo entrevistas, fazendo cursos gratuitos, assinando documentos de empresas ou outras formas que você achar interessante.

Aprenda sobre Swing Trade e Day Trade

São várias as estratégias que existem para comprar ou vender ações na bolsa. Mas, sem dúvidas, swing trade e day trade são as principais. Elas permitem que você pense em objetivos bem diferentes e consiga chegar a resultados incríveis.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

O swing trade é aquela opção que é pensada no longo prazo, sendo que dura dias, semanas e até mesmo anos. Ou seja, é quando você compra pensando lá frente, considerando que a ação vai valorizar no decorrer dos anos.

Depois, tem o day trade, que é para quem pensa em atuar mais freneticamente com ações, isto é, a cada hora ou minuto. É a ideia de comprar uma ação e vender em poucos minutos para ganhar algum lucro. O problema é que isso tem um certo risco e custo.

E comece a investir aos poucos

E aí sim, comece a comprar suas ações. Agora, se você tem R$ 10 mil para fazer isso, o ideal é que não faça de uma só vez. A ideia é que tente uma primeira oportunidade aprendendo a usar o home broker, avaliando os ganhos e as perdas ao longo de semanas, etc.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

E evite o erro clássico de investir tudo em uma empresa só ou um setor só. Sem contar que você deve avaliar ainda outros pontos sobre essa primeira compra de ações, como os objetivos, as estratégias de investimentos, as oscilações do mercado e muito mais.

Agora, se nunca fez isso antes, a gente vai trazer aqui mais algumas dicas, como a abertura da conta na corretora. Quer aprender? Continue lendo.

Abra a conta em uma corretora

Esse tema é importante porque abrir a conta na corretora envolve tempo e estudo. Isso porque são várias as opções atualmente. Elas podem ser gratuitas ou não. Além disso, podem ter um bom atendimento ou não. E assim por diante.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Então, é ideal que você estude esse ponto. É preciso unir o bom atendimento ao cliente com taxas acessíveis. Sem falar ainda na possibilidade de usar o celular para fazer as compras ou vendas de ações, ainda mais se você vai operar diariamente.

Ah, detalhe: se você for operar diariamente, o ideal mesmo é você usar o computador para isso, ok? Essa imagem maior e mais organizada ajuda você na tomada de melhores decisões. 

E nunca mais pare de estudar

Após comprar a sua primeira ação, saiba que esse é só o começo de tudo. Por mais que você tenha estudado até aqui, esse não é o momento de parar. É agora que você tem que acompanhar de perto as suas ações, os seus ganhos.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Ainda que tenha investido no longo prazo, pode ser que no próximo aporte você mude a estratégia e compre ações de outra companhia, não é? Então, acompanhar o mercado é inteligente da sua parte.

Outro ponto é ler livros e biografias de quem já conseguiu esse sucesso. Por exemplo, a obra de Robert G. Hagstrom, chamada de “O Jeito Warren Buffett de Investir” é como uma bíblia para quem quer aprender como Warren conseguiu sucesso na bolsa. E custa R$ 30 apenas.

Resumo da ópera

Bom, se você se atentou aos títulos de cada tópico vai ver que a gente criou aqui uma espécie de passo a passo para quem quer começar a investir em ações. Assim, vamos da “vida organizada” até “nunca pare de estudar”. Veja o que deu:

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Uma vida financeira organizada. Começa com a reserva financeira e com investimentos em renda fixa. Depois, estude o mercado de ações. Aprenda sobre Swing Trade e Day Trade e comece a investir aos poucos. Abra a conta em uma corretora. E nunca mais pare de estudar.

Por fim, se você concluir que não tem tempo ou condições intelectuais para tudo isso, considere que há outras formas de investir no mercado acionário sem ter que comprar ações. A gente vai falar mais dessas alternativas abaixo, leia!

Outras formas de investir na renda variável: ETF

Um dos jeitos mais práticos de fazer isso é comprando ETFs. O que é isso? São fundos de índices da bolsa de valores. Ou seja, você compra uma espécie de índice que segue alguma tendência da bolsa de valores. Não entendeu? A gente explica. 

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Uma ETF muito conhecida é a BOVA11. Ela segue a Ibovespa. O que é a Ibovespa? É a média de todas as ações da bolsa de valores listadas na B3. Então, se a bolsa, em modo geral, tem alta, a BOVA11 também tem. Se tem queda, a BOVA segue esse caminho. 

Isso é bom porque você não tem que ficar comprando ações individualmente. Mas, obviamente, você fica à mercê de um índice que une várias ações. E existem vários índices, da Bolsa de Valores do Brasil e de outros países também. 

Outras formas de investir na renda variável: Fundos

Mais uma ideia é investir em fundos que aplicam na renda variável. Nesse caso, você também deixa a missão de comprar as ações para os gestores. O problema do fundo é que, como tem alguém por trás fazendo isso, isso tem um custo, chamado de taxa de administração.

Bolsa de Valores - Dicas para quem quer começar a investir
Foto: (reprodução/internet)

Por outro lado, a vantagem é que esse gestor pode fazer melhores escolhas do que ficar preso a um índice. É comum também que esses fundos tenham temas. Vamos supor: o fundo que aplica em empresas de tecnologia ou companhias socialmente corretas. Entre outros. 

Outras formas de investir na renda variável: FIIs

E para fechar, os fundos de investimentos imobiliários. Eles são da renda variável, mas são focados na área de imóveis. Sendo assim, costumam ser indicados como primeiro passo para quem quer comprar ações. 

A vantagem é que eles também pagam dividendos e tem vários grupos, como os da área de logística, de escritórios, de galpões. E os valores são acessíveis, partindo de R$ 80.