Cardano: entenda tudo sobre as criptomoedas da rede e sua atualização

O mercado das criptomoedas está sempre trazendo novidades para seus investidores. Seja avançando na velocidade em que as operações financeiras são realizadas, ou ainda aumentando ainda mais a segurança de suas plataformas, que contam com criptografia do mais alto nível. E esse nicho está próximo de receber novas atualizações.

ANÚNCIO

Estamos falando da grande atualização da Cardano, um dos maiores blockchains disponíveis no mercado atualmente, e que promete revolucionar todo o mercado de moedas virtuais que se tem atualmente. Se você quer saber tudo sobre a nova criptomoeda, além de mais informações sobre a atualização, confira o nosso artigo para ficar por dentro do artigo.

Cardano: entenda tudo sobre as criptomoedas da rede e sua atualização
Foto: (reprodução/internet)

No artigo a seguir, será possível conferir as seguintes informações sobre a Cardano:

  • A Cardano é uma criptomoeda?;
  • Nova atualização vai se chamar Alonzo;
  • Criptomoeda ADA teve valorização gigantesca;
  • Descubra quais são as eras da Cardano.

A Cardano é uma criptomoeda?

Muitas pessoas que ainda não são introduzidas dentro do universo das criptomoedas acabam se confundindo quanto a alguns conceitos, e acham que a Cardano é uma criptomoeda, contudo, não é bem isso que acontece. Na verdade, a Cardano é apenas uma plataforma de computação.

ANÚNCIO
Cardano: entenda tudo sobre as criptomoedas da rede e sua atualização
Foto: (reprodução/internet)

E nessa plataforma está a verdadeira estrela do espéculo: a criptomoeda ADA. A Cardano é a plataforma que executa o blockchain onde a ADA é negociada. Ou seja, não é necessariamente valiosa em comparação com a moeda. Contudo, não deixa de ser importante, afinal, sem ela, nada de operações financeiras.

Está sempre em constante evolução, para tornar a experiência dos seus clientes cada vez mais prática, e, claro, mais seguras, pois a responsabilidade de gerenciar o dinheiro dos seus usuários é imensa. No mais, a plataforma ainda está em processo de finalização, e não funciona normalmente para possíveis compradores.

Cardano é a nova geração de criptomoedas

O projeto da Cardano é se tornar a terceira geração de moedas virtuais, já que tivemos duas até os dias de hoje. A primeira, mais conhecida até os dias de hoje, é o Bitcoin, que conta com alto valor no mercado até os dias atuais, e veio para ficar. Apesar das dúvidas que investidores tinham durante sua popularização.

ANÚNCIO

A segunda geração ficou a cargo do Ethereum, que, apesar de não ser tão conhecida como a Bitcoin, pioneira nesse sentido, ainda assim é muito valorizada no mercado, e conta com milhões de investidores em todo o mundo. A Cardano vem com tudo para tentar assumir o protagonismo da chamada terceira geração.

Nova atualização vai se chamar Alonzo

Muito se fala sobre a nova atualização da Cardano, que promete dar novos passos no blockchain que vai mudar o mercado de moedas virtuais. A atualização, batizada de Alonzo, é dividida em três fases principais, além de duas outras mais voltadas para a finalização do projeto, sendo bem menores, apenas para ajustar detalhes.

Cardano: entenda tudo sobre as criptomoedas da rede e sua atualização
Foto: (reprodução/internet)

Cada uma delas conta com alguma função única, seja ajustar alguns bugs, adicionar um novo número de testes ou disponibilizar para mais usuários. Todas elas visam aumentar a segurança e confiabilidade das transações online, além, é claro, de garantir a velocidade de todas as operações que sejam realizadas na plataforma.

As fases, no geral, servem para adicionar cada vez mais usuários na rede, funcionando como um teste para que não apresente erros quando for ser utilizada por compradores de fato. Confira quais serão as fases da atualização Alonzo:

  • Alonzo Blue: cerca de 50 técnicos são colocados na rede, onde procuram por erros simples e possíveis bugs que podem aparecer durante sua execução;
  • Alonzo White: mais participantes e funcionalidades são adicionadas na plataforma, que irá servir como campo de treinamento para que centenas de usuários testem ao mesmo tempo;
  • Alonzo Purple: a plataforma se tornará público, e será divida em uma fase inicial, onde os usuários poderão utilizar smart contracts mais simples, e uma outra mais avançada, onde contratos mais complexos serão incorporados;
  • Alonzo Red e Black: as duas últimas fases serão de correção de quaisquer erros que possam acontecer na plataforma. Depois de finalizadas, qualquer outra falha fica muito difícil de ser reparada.

Atualização já tem data para chegar ao mercado

A nova atualização tem data prevista para chegar ao mercado: 1º de outubro de 2021. O dia é muito esperado pelos investidores de moedas virtuais, afinal, vão poder conferir, em primeira mão, se contam com um novo espaço seguro para investir ou não. A partir desse dia, as fases da atualização começarão a ser implementadas.

Desde o anúncio de que uma nova atualização seria implementada, o valor da ADA acabou disparando no mercado, pois os investidores começaram uma verdadeira corrida para conseguir adquirir a nova moeda virtual do momento. Atualmente, se encontra entre uma das mais valiosas do mundo.

Criptomoeda ADA teve valorização gigantesca

Graças à nova atualização, que sequer foi implementada ainda, o valor da ADA acabou disparando no mercado, atingindo o seu marco máximo desde que passou a existir. A previsão é que esse valor aumente ainda mais até a chegada da atualização, principalmente se a implementação do sistema for um sucesso.

Cardano: entenda tudo sobre as criptomoedas da rede e sua atualização
Foto: (reprodução/internet)

Recentemente, cada centavo de ADA estava sendo comercializado por cerca de US$ 2,96, ou seja, o equivalente a R$ 15,54. Tudo isso por apenas 1 centavo da nova moeda digital. Apesar do valor já ser alto, a previsão é que aumente ainda mais com o tempo, principalmente até a implementação da Alonzo.

Atualmente, existem cerca de 2 mil criptomoedas disponíveis no mercado, e a alta da ADA foi tão grande que acabou fazendo com que ela assumisse o terceiro lugar da lista das mais caras do mercado. Hoje, ela só não é tão valorizada quanto a Bitcoin e a Ethereum, moedas já consagradas no mercado.

Invista apenas se conhecer o mercado

Não é difícil encontrar casos onde os clientes são passados para trás em casos de fraudes em compras de criptomoedas. Afinal, não sabem como esse mercado funciona de fato, e acabam contratando outra pessoa para realizar todas as outras operações. O grande erro disso é que, em muitos casos, essas pessoas são golpistas.

Por isso, recomendamos que estude como o mercado de moedas virtuais realmente funciona e você mesmo faça as operações no blockchain, ao invés de contratar outra pessoa. Pegar dicas com especialistas é válido, contudo, não deixe que outras pessoas utilizem o seu dinheiro para realizar operações.

Descubra quais são as eras da Cardano

Como você sabe, a Cardano ainda não está pronta, e está sempre passando por diversas atualizações, quase todos os dias. Essas fases são chamadas de “eras” na empresa, e cada uma delas tem uma função específica, apesar de serem voltadas, em sua maioria, para aumentar a segurança do espaço virtual.

Cardano: entenda tudo sobre as criptomoedas da rede e sua atualização
Foto: (reprodução/internet)

Hoje, a empresa até mesmo incentiva que técnicos utilizem o seu espaço, procurando possíveis falhas a serem exploradas, com todo esse serviço sendo recompensado. Desenvolver um ambiente seguro e rápido é difícil, porém, é necessário para conseguir se destacar no mercado.

Buscando unir tudo o que as outras plataformas disponibilizam de melhor para seus clientes, a Cardano tem planos de assumir o protagonismo total, e por isso, seu processo de programação é demorado. Sem mais delongas, confira quais são as eras da Cardano de maneira resumida:

  • Byron: configuração do código de funcionamento da Cardano. Aqui, já é possível que os clientes façam negociações com a ADA;
  • Shelley: é a era responsável por certificar que outros computadores conseguem utilizar a plataforma sem fazer com que esta apresente travamentos. O objetivo central é expandir;
  • Goguen: possibilita que desenvolvedores criem apps para a Cardano. Aqui, se torna possível utilizar smart contracts na rede;
  • Basho: nessa era, será possível utilizar vários blockchains ao mesmo tempo na Cardano, aumentando a capacidade estrutural da rede, o que suportaria mais transações simultâneas;
  • Voltaire: será possível fazer votações para uma plataforma que se autogoverna. No futuro, cada investidor poderá criar sua própria forma de negociar suas moedas utilizando a plataforma.

Atualmente, se encontra na fase Shelley

Apesar de todo alvoroço em volta da Cardano, ela ainda está na Shelley, apesar de estar nas fases finais desta era. No fim, a grande função dela será de testes para futuros procedimentos que serão realizados na plataforma, utilizando um grande número de clientes ao mesmo tempo. Muitas ferramentas foram desenvolvidas para essa etapa.

Entre uma das principais, podemos citar o protocolo que ficou conhecido como Ouroboros, onde voluntários podem participar ativamente da criação da Cardano. Os participantes recebem recompensas enquanto tentam rodar seus projetos de maneira completa. É uma forma de ajudar os seus clientes e ser ajudada por eles.

Mercado de criptomoedas é um dos melhores do mundo

Nenhuma poupança tem os rendimentos sequer próximos ao mercado de criptomoedas, e, provavelmente, isso vai continuar durante muito tempo. As moedas digitais estão em alta no mercado. Ao que tudo indica, no futuro, será possível utilizá-las em qualquer tipo de transação econômica, se elas se tornarem mais acessíveis.

Tendo em vista que o mundo está cada vez mais digital, e o PIX já veio para aposentar boa parte do dinheiro físico, é bem provável que, em alguns anos, as moedas digitais comecem a fazer parte do cotidiano de todos nós. E você, o que acha disso tudo? Com certeza será uma mudança brusca no mercado.