Esses 3 metais são mais caros que o ouro

O ouro sempre foi um símbolo de riqueza, de status, de fortuna e tudo mais o que tenha ligação com alto valor. Ter algo de ouro é algo que nos remete a essa ideia de valorização. Agora, você sabia que existem alguns outros metais que valem mais do que o ouro? É sério!

ANÚNCIO

A nossa ideia foi reunir várias informações, que são provenientes de sites importantes e confiáveis do mundo todo. Por exemplo, usamos dados do Dicionário de Mineralogia e Gemologia, que está disponível no site do Serviço Geológico do Brasil. Entre outros.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Ouro

E se vamos comparar com o ouro, a gente precisa começar por ele, certo? Estamos falando de um elemento químico de número atômico 79 e que faz parte do Grupo 1B, assim como a prata e o cobre. Ele combina com vários outros elementos e é encontrado em estado nativo.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Enquanto metal, ele é considerado o mais maleável de todos e isso faz com que tenha um alto valor. É um ótimo condutor de calor e eletricidade. Além disso, ele não oxida. É considerado o mais belo dos elementos químicos da atualidade. O principal uso é em moedas e joias.

ANÚNCIO

O preço do ouro varia muito e diariamente, inclusive, por isso, ele é usado como investimento financeiro também. No dia da produção dessa matéria (junho de 2021), o valor da grama do ouro estava cotada em R$ 309,12.

3 – Paládio

O paládio é um elemento químico de número atômico 46 e que é do grupo da platina, o 8B. Como mineral, ele tem sistema cúbico cinza-aço e na forma de pepitas. Tem brilho metálico, é inoxidável e muito maleável, podendo ser reduzido a folhas de 0,0001 mm de espessura.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Atualmente, ele ganhou valor porque tem sido muito usado como catalisador em instrumentos odontológicos, como no caso de próteses, além do uso cirúrgico e em relojoarias. Dá para combinar ligas com ouro.

ANÚNCIO

Conforme a últimas informações que vimos sobre a cotação do paládio, considere que o preço da grama estava em R$ 460,26. E o maior produtor tem sido a Rússia, seguida da África do Sul, dos Estados Unidos e do Canadá.

2 – Irídio

O irídio é muito usado como agente endurecedor de ligas de platina. É isso mesmo: por ser muito duro, ele tem esse uso. Assim, acaba sendo ótimo para fabricação de outros dispositivos, ainda mais em altas temperaturas. Um exemplo é na criação de velas de ignição.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Ele é um elemento químico que não sofre ataques de ácidos, sendo um dos metais mais resistentes à corrosão que se tem notícias. Ele é um metal branco prateado, geralmente quebradiço e com estrutura cristalina cúbica.

E ele não está aqui no começo do texto por acaso. Atualmente, o preço da grama é algo acima de 3 vezes mais do que o preço do ouro. Conforme as últimas cotações, o preço é de R$ 1 mil por cada grama de irídio.

1 – Ródio

O ródio é um metal que é usado pela forma reflexiva que tem. Ou seja, como espelhos, holofotes e até mesmo joias. Tem um valor muito alto na indústria automotiva e em campos da indústria. Os maiores produtores vêm da África e Canadá, além da Rússia.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

E por que ele é considerado o metal mais valioso do mundo, bem acima do ouro? Na última cotação dele, que vimos no investing.com, o rhodium 99.99% estava em US$ 21.490, o que quer dizer algo como R$ 109.893,41. Incrível, não?

Atualmente, o ródio é conhecido por ser o metal mais caro do mundo. Curiosamente, quando uma joia é banhada a ródio e recebe acabamento brilhoso, ela fica muito próxima da prata. Por isso, muita gente confunde os metais. Lembrando que há o ródio branco e o negro.

Outros metais nobres

Se você não notou, considere que a gente citou apenas o que são classificados como metais nobres aqui nesse texto. Porém, nem todos valem mais do que o ouro, como a gente viu.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

De todo modo, para completar a lista, a gente vai trazer outras informações de metais nobres que valem menos do que o ouro para você conheça a lista completa, que contém 8 metais nobres, que são pouco reativos e resistentes a corrosão e também a oxidação. 

Aliás, os metais nobres podem ser considerados valiosos, porém, eles são diferentes dos metais preciosos. Ainda assim, ouro e prata se enquadram em ambas as categorias. 

Ósmio

Também é difícil de ter a informação sobre o preço do ósmio, mas acredita-se que seja acima de R$ 250 por grama. Isso porque ele não é encontrado em estado puro na natureza, sendo que vem da mistura de sete isótopos naturais no minério iridosima.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Assim, acaba ficando quase que “empatado” com o ouro. Ele pode formar ligas com a platina para ser um condutor de energia elétrica ou com o irídio para formar as pontas de aparos das canetas que tanto usamos hoje em dia.

Antigamente, ele também servia como fio para filamentos de lâmpadas.

Platina

A platina é dos metais mais conhecidos que existem. É um metal nobre que já chegou a custar mais do que ouro, prata e irídio, por exemplo. Para se ter uma base, 1 quilo de platina já foi negociado pelo XPT com valor de R$ 189.8940,50.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Mas, o fato curioso é que dependendo da cotação do ouro e da platina pode ter variação entre os mais valiosos. Atualmente, ela tem valor menor do que o ouro, ficando em R$ 186,14 para cada grama. Mas, desde 2018 muita gente acredita que o material vai se valorizar de novo.

Isso porque ela é muito usada como conversor catalítico em equipamentos de laboratórios, contatos elétricos, elétrodos, termo resistências, equipamentos odontológicos, indústria de joias e assim por diante. O lugar mais comum para encontrar a platina é na África do Sul.

Rutênio

É um metal que vem do grupo da platina também. Aliás, praticamente todos desse grupo possuem alto valor. Eles são encontramos em forma natural e tem propriedades parecidas. As características do rutênio passam por dureza, raridade e resistência.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Assim, é visto como ótimo condutor elétrico. Entre os maiores produtores mundiais, nós temos Rússia, América do Norte e a América do Sul. Ele foi descoberto em 1844 por Karl Klaus. O fato curioso é que é encontrado em poucos minerais e não é comercializado.

Ainda assim, acredita-se que a grama do rutênio esteja acima de R$ 100 hoje – o que não o deixaria acima do preço do ouro.

Prata

Atualmente, a grama da prata, que é negociada através da XAG tem o valor de R$ 4,51. Portanto, vale bem menos do que o ouro, né. Ainda assim, nós temos aqui um metal nobre de muito valor no mercado.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Em termos de metal, a prata é muito usada na joalheria e na ourivesaria também. Sem falar que ela serve como componentes do filme radiográfico, través do sal de prata. E é comum de ser usada na fabricação de espelhos. 

Ela pode ser encontrada na forma pura e em outros minerais, como na argentita e na tetraedrita. Rochas também podem conter prata. Em termos holísticos, dizem que a prata ajuda na dilatação dos vasos sanguíneos, sendo ótimo para pele e osso.

Iridium

É considerado um dos metais mais densos que existem. Ele também é do grupo da platina e tem um dos pontos de fusão mais altos, sendo resistente até mesmo a corrosão. Ele vem do minério da platina e é um subproduto do níquel.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

O maior produtor de iridium do mundo é a África do Sul. Ele é muito usado na produção de canetas, relógios, joias, bússolas, eletrônicos e até mesmo na medicina e na indústria automotiva. O IRD custa hoje US$ 0,00633532. Isto é, algo como R$ 0,03.

Outros metais

Você pode ter ficado curioso também pelo fato de que não citamos aqui outros metais. Saiba que alguns pesquisadores incluem o mercúrio, o cobre o rênio na lista. Mas, não em toda parte do mundo. Por isso, não incluímos aqui.

Esses 3 metais são mais caros que o ouro
Foto: (reprodução/internet)

Sem falar que o titânio, o nióbio e o tântalo não são metais nobres, ainda que sejam muito resistentes a corrosão. Aliás, considere que os metais são divididos em várias categorias. Existem os semimentais (boro, silício, germânio, arsênio, antimônio, telúrio, polônio). 

E vem os metais de transição, os alcalinos (lítio, sódio, potássio, rubídio, césio, frâncio), os alcalinos terrosos (berílio, magnésio, cálcio, estrôncio, bário, rádio). Já no meio da siderurgia, muito se fala em metais ferrosos, não ferrosos e pesados. 

Curiosidade – E o antimônio?

Deixamos por fim para falar do antimônio porque ele tem uma curiosidade. E não é sobre ser o metal mais precioso ou mais valorizado do mundo. Mas, o elemento químico Sb, muito usado em baterias de automóveis, é considerado um dos mais letais do mundo – devido a toxicidade.

Na verdade, são várias curiosidades sobre ele. A se começar pelo fato de ser conhecido por ser um semimetal do grupo 15. Há versões negras e amareladas, em formas não metálicas instáveis. Foi descoberto por 1450 por Tholde. É produzido na China e Rússia.