É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?

A verdade é que pagar em dinheiro ou pagar no cartão internacional pode ser uma boa ideia para quem viaja para outro país. Ambas as opções possuem vantagens e desvantagens. Só que quando se fala em pagar em espécie, muita gente tem dúvidas sobre a moeda a ser usada.

ANÚNCIO

Por exemplo, a grande maioria dos países aceitam o pagamento em dólar. Porém elas também possuem a moeda local. Então, o que o turista deveria escolher? Aliás, essa é uma boa pergunta para se fazer antes mesmo de sair do país de origem, viu. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)
  • A vantagem do dinheiro em espécie
  • Quando levar a moeda do país
  • Quando levar o dólar ou o euro
  • Mas é melhor levar dólar ou euro? 
  • Quando levar a moeda do seu país
  • Dá para sacar dinheiro no exterior, também
  • Quanto pode levar de dinheiro na viagem internacional
  • O cartão pré-pago vale a pena
  • O cartão de crédito internacional
  • As compras online no exterior
  • E para concluir essa ideia de compras online…

A vantagem do dinheiro em espécie

Longe de polemizar e dizer qual é o melhor, a nossa ideia é dizer que levar o dinheiro em espécie para o outro país tem a sua vantagem. E essa vantagem é, quase sempre, financeira. O motivo é que o imposto cobrado é de 1,1% enquanto que no cartão fica em 6,38%. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, há uma grande variação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Sendo assim, ainda que possa parecer muito vantajoso levar o dinheiro em papel, a ideia é que você use o dinheiro certo para não acabar pagando mais caro – devido a operação de câmbio. 

ANÚNCIO

Sem falar que ainda que tenha uma nova regra que foi aprovada pelo Banco Central. Muitas operadoras ainda fazem com que as pessoas paguem a fatura da compra internacional variando na cotação da moeda, o que pode fazer com que a conta saia ainda mais cara. 

Quando levar a moeda do país

Geralmente, os especialistas dizem que é indicado levar a moeda do país quando a pessoa vai viajar em um país que tem a moeda forte. Por exemplo, vale a pena comprar dólar para ir para os Estados Unidos e comprar euro para ir para a zona do euro ou libra para o Reino Unido.

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

Isso tem um motivo simples: a desvalorização das outras moedas. O erro está em achar que o dólar é melhor para todos os países. Só que nem sempre, viu. Isso porque esses países com moeda forte podem valer mais do que o dólar, por exemplo. Por isso, respeite cada país. 

ANÚNCIO

Além do mais, ao pensar no seu destino e saber se a moeda dele é forte, você poderá ter a vantagem de conseguir comprar a moeda no seu país de origem, em uma casa de câmbio confiável, além de que durante a viagem poderá usar o dinheiro em todo o comércio local.

Quando levar o dólar ou o euro

Por outro lado, também há situações em que você pode levar o dólar ou o euro como sendo moeda padrão. O motivo? Esses países possuem moeda mais fraca. Ainda mais quando a gente considera a cotação atual do dólar e do euro. E vamos dar exemplos. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, os pesos (argentino, colombiano, chileno, uruguaio, mexicano) são baratos, correto? Daí muita gente acha que é melhor comprar eles por causa disso. Só que não é assim. Isso porque todas essas moedas estão supervalorizadas no mercado. 

Assim, a cotação entre compra e venda pode ser de 40% ou mais. E já no dólar e no euro, essa cotação chega a, no máximo, 10%. Por isso, se você vai para países como Peru, México, Hungria, Turquia, África do Sul saiba que levar dólar ou euro é um bom negócio. 

Mas é melhor levar dólar ou euro?

Aqui surge uma nova dúvida, que é sobre a comparação entre o dólar e o euro. Considere que tanto faz. Isso porque quando se fala em país de moeda fraca, dólar e euro são mais valorizados e conservam suas cotações no mundo todo. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, é como se a cotação do dólar e a cotação do euro fosse a mesma em todo e qualquer lugar. No entanto, vale a dica para considerar as casas de câmbio oficiais e não aquelas que sempre dão um jeitinho de ganhar em cima do turista, com variações excessivas.

Quando levar a moeda do seu país

Agora, também existe a situação em que é mais viável levar a moeda do seu próprio país de origem, viu. Por exemplo, se você mora no Brasil e vai para países como Buenos Aires, Uruguai e Santiago, considere que o real é um pouco mais valorizado do que as moedas de lá. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

Então, além de deixar de pagar o alto IOF do cartão, você ainda pode acabar vendendo a sua moeda por um preço melhor. No entanto, para outros lugares da Argentina e do Chile, o ideal é viajar com o dólar mesmo, já que o real não é tão valorizado assim. 

Sendo assim, tudo vai depender de onde você está e para onde vai, obviamente. Mas a gente deve focar mais em dólar e euro, que acabam sendo as moedas mais fortes do mundo. Já em comparação com real, pesos, entre outros, geralmente, não faz tanta diferença. 

Dá para sacar dinheiro no exterior, também

Agora, já que estamos falando sobre o dinheiro em espécie, considere que você pode fazer saques da conta corrente em caixas automáticos mesmo quando está em outros países. Para isso, você deve habilitar a função de “dinheiro no exterior” antes de viajar. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

A taxa de IOF é a mesma do cartão, sendo de 6,38%. No entanto, tem a vantagem que usa a cotação do momento do saque. No entanto, o lado ruim é que as taxas estão muito inflacionadas hoje em dia, sendo que muitas operações significam um gasto muito alto. 

De todo modo, acaba sendo uma boa ideia para quem o banco oferece opções de saques internacionais com custo baixo ou sem custo, o que é raro, mas acontece. Quem tem conta premium pode conseguir essa vantagem ou para saques acima de US$ 300.

Quanto pode levar de dinheiro na viagem internacional

Acima, a gente falou sobre os saques internacionais e isso é interessante. O motivo é que há uma regra: dá para levar até US$ 10 mil em viagens para outros países. Isso considerando uma pessoa física, o dólar turismo, as taxas das casas de câmbio e dos bancos, o que é mais comum. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

De todo modo, considere que esse valor não é restituído em caso de roubos ou perdas. Portanto, ainda que seja um alto volume, a recomendação é que o valor levado em espécie não ultrapasse mais do que 50% de todo orçamento que será usado na viagem. 

Ao passo que especialistas em finanças recomendam que se divida o valor entre o papel-moeda e o cartão de crédito. Lembrando ainda da possibilidade de saque no exterior ou do cartão pré-pago, que vamos mencionar abaixo, leia. 

O cartão pré-pago vale a pena

O cartão pré-pago, também chamado de Travel Money, é uma opção para muita gente, devido a comodidade e ao fato de manter o controle financeiro. No entanto, saiba que o IOF de 6,38% é cobrado na carga e na recarga também. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

A boa notícia, no entanto, é que ele usa a cotação do dia, da data da compra. E, além disso, não há tarifas para compras no comércio. Porém, se você for fazer saques em caixas eletrônicos, então terá custos a partir de US$ 2,50 por operação. Ele pode ser carregado online.

E a dica é sempre fazer o cartão na moeda do país. Isso porque se você for converter as moedas, você vai pagar a conversão cambial, que varia de 3% até 5%. Ou seja, o seu cartão é em dólar e você vai comprar em euros? Então, terá essa taxa. 

O cartão de crédito internacional

Já sobre o cartão de crédito, considere que ele tem o problema do IOF alto e de que algumas vezes a cotação que vale não é a do dia da compra. Ainda assim, é o meio mais seguro e mais cômodo de comprar em outros países.

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

Portanto, o que se recomenda é que você leve o seu cartão internacional habilitado mesmo que não tenha pretensão de usar. A ideia é a de que ele sirva como uma forma de se manter seguro caso precise fazer pagamentos, compras ou saques urgentes. 

As compras online no exterior

Aqui temos uma curiosidade final. Saiba que comprar em real no exterior, mesmo que estejamos falando de sites, não é legal, viu. Na verdade, tudo vai depender da cotação que é usada, que muitas vezes pode estar desatualizada. Assim, você pode pagar bem mais caro. 

É melhor pagar em dólar ou no dinheiro local em destinos turísticos internacionais?
Foto: (reprodução/internet)

O motivo é que a compra internacional em moeda estrangeira acontece da seguinte forma: o valor da moeda estrangeira é convertido para dólar, depois tem o valor do IOF (6,38%), que vai em cima dos dólares. Por último, os valores são convertidos em real. 

O problema é que quando se paga em real, o processo aumenta e você acaba tendo que custear outras taxas, como de conversão da moeda local para real, do real para o dólar, do dólar para o real e tem o pagamento do IOF ainda. Portanto, compras em real no exterior é ruim. 

E para concluir essa ideia de compras online…

Saiba que hoje em dia basta ter um cartão internacional que é aceito. Assim, você só tem que digitar o número do cartão e os outros dados lá para começar a pagar. O problema é que ninguém pensa nessa questão da conversão e acaba pagando mais caro.

Isso vale para todos os sites. Só que tem alguns que fazem a conversão automática, na hora, assim o cliente não é surpreendido na fatura, o que é um ponto positivo.