Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ

Na hora de entrar no mercado de trabalho muitas dúvidas surgem e se tornam pertinentes, ainda mais após a Reforma Trabalhista, que fez com que empresas e funcionários passassem a buscar novas formas de contratação.

Cada vez mais, pessoas e empresas se questionam sobre os benefícios e diferenças entre os modelos presente na categoria de regimes de contratação. Apesar de estarem na mesma categoria, CLT e PJ são distintas e apresentam diferentes tipos de benefícios.

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

A seguir, você irá encontrar informações sobre:

  • O que é PJ;
  • Quais são as principais modalidades;
  • 3 benefícios em trabalhar como PJ;
  • Informações sobre a reforma trabalhista;
  • Vantagens financeiras e desvantagens com impostos;
  • Como não cair em armadilhas ao ser contratado como PJ.

O que é PJ?  

O termo “PJ” é utilizado para se referir à pessoa jurídica, que se trata de uma entidade composta por uma ou mais pessoas que seguem um propósito específico. Pessoas jurídicas são reconhecidas pelo Estado e possuem direitos e deveres. 

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

Após a reforma trabalhista, a busca de empresas por contratação de funcionários que trabalham como pessoa jurídica aumentou devido às flexibilizações que foram estabelecidas para este sistema. A mudança está fazendo com que Pessoas Físicas passem a abrir uma Pessoa Jurídica para prestação de serviços

A contratação de uma Pessoa Jurídica não se converte em uma vaga de emprego, dando maior autonomia para o trabalhador e livrando a empresa de arcar com despesas que são direito de um contratado como CLT, como férias, 13º salário, FGTS, INSS e etc.

Modalidades de Pessoa Jurídica

Para que haja uma melhor compreensão do que é e como funciona a contratação de uma Pessoa Jurídica, é importante que seja especificado as diferentes modalidades e como cada uma funciona. Desta forma, empresários e trabalhadores podem entender mais sobre este modelo. 

Ao todo são 7 modalidades de Pessoa Jurídica, que alteram de acordo com o faturamento anual e também, com o regime societário escolhido. Mas, aos que desejam trabalhar de forma autônoma como PJ, estão duas modalidades: MEI, ME, EI e EIRELI.

Além dessas, existem outras modalidades que servem para quem está em busca de abrir um negócio. Mas, no caso de trabalhadores que atuam de forma autônoma e buscam formalização, trabalhar como PJ pode trazer alguns benefícios.

Microempreendedor individual (MEI) e Microempresa (ME) 

Este é o tipo de Pessoa Jurídica formado por apenas uma pessoa, e é indicado para profissionais que trabalham por conta própria e desejam formalizar suas atividades econômicas. Esta modalidade também é indicada para quem está começando a empreender.

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

Uma pesquisa realizada pelo Serasa Experian coletou dados de mais de 2,5 milhões de empresas que foram criadas no Brasil em 2018. Entre todas essas empresas criadas, são mais de 80% MEIs provando o crescimento do interesse da população brasileira em se tornar um profissional que atua como pessoa jurídica.

Já o Microempresa (ME) é a modalidade que atrai um diferente público, por apresentar faturamento anual superior ao Microempresário (MEI), podendo alcançar mais de R$ 300 mil. Esta se torna uma das principais vantagens de optar por este segmento de Pessoa Jurídica.

Empresário individual X Empresário Individual de Responsabilidade Limitada 

No caso do Empresário individual (EI), ele se rata do tipo de Pessoa Jurídica que não possui sócios. Ou seja, é a Pessoa Física por trás da Pessoa Jurídica que é titular da empresa e responde de forma ilimitada por todos os débitos.

Assim como o EI, o Empresário Individual de Responsabilidade Limitad (EIRELI) também é comandada por apenas uma Pessoa Física. A diferença está na limitação de responsabilidades. Isso significa que a Pessoa Física e a PJ possuem autonomia patrimonial, dessa forma, as contas não se misturam.

1- Benefício da contratação PJ: Salário

Um dos principais motivos que estão levando mais trabalhadores a considerar seguir o modelo de Pessoa Jurídica está associado ao salário, que são maiores comparado com pessoas que optam pelo regime de contratação CLT.

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

Por não manterem vínculo empregatício, os que optam por se tornaram Pessoa Jurídica estão constantemente expostos a maiores salários. Afinal, sem a cobrança de direitos trabalhistas como férias, INSS, 13º salário e etc. a empresa contratante se livra de diversas taxas tributárias, e oferece maiores salários.

Facilidade para cobranças

Em contrapartida, a relação de empregado CLT com seu chefe o deixa menos vulnerável para todas as situações, inclusive a cobranças que devem ser feitas para a própria empresa. No caso de um contratado PJ, é possível ter uma cobrança mais agressiva para que o contratante aja de acordo com o que foi estipulado.

Benefício 2: Autonomia

Quando há um vínculo empregatício, o funcionário deve exercer as tarefas destinadas para ele, mesmo que ele não concorde ou não queira realizar determinadas atividades. Deixando a autonomia para os que optam por trabalhar como PJ.

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

Sem vínculo de funcionário e chefe, o profissional que atua como Pessoa Jurídica possui uma maior autonomia para ser o responsável e escolher as atividades que irá exercer. Além disso, regras como horário de trabalho e demandas diárias passam a ser uma escolha pessoal, afinal, após assinar um contrato, a empresa concorda com seus termos de trabalho.

Autonomia no trabalho traz a autogestão

A autonomia traz consigo a responsabilidade. Mas,  ainda que ser o próprio chefe seja do interesse de muitas pessoas que não gostam de seguir modelos considerados comuns, onde precisam receber ordens, é preciso saber que há responsabilidades e demandas como em qualquer contrato.

A autogestão o PJ anda em conjunto com a autonomia, e apesar das responsabilidades, traz inúmeros benefícios como: organização necessária, inteligência emocional e segurança no próprio negócio. 

Benefício 3: Maior credibilidade no mercado

Por exercer suas responsabilidades e funções de forma autônoma, os profissionais que atuam por conta própria, como Pessoa Jurídica, costumam adquirir maior confiança e credibilidade no mercado de trabalho, estando cada vez mais expostos a diferentes possibilidades.

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

Um profissional que atua como PJ não mantém vínculo exclusivo com nenhuma empresa, e por optar por este regime de contratação passa uma sensação de credibilidade e confiança nos que desejam o contratar. Afinal, seu serviço deverá ser entregue e executado até determinado prazo, agregando valor e confiança para seu serviço prestado.

Menos burocracia

Além da grande quantidade de serviços que surgem no caminho de um profissional que atua como PJ, há também menos burocracias. Este ponto atrai ainda mais empresas que buscam pessoas capacitadas para realizar atividades simples e em prazos.

Mudanças após a Reforma Trabalhista

Após a Reforma Trabalhista, que está em vigor desde 2017, mudanças foram implementadas para o regime de contratação PJ. Entre elas, está a possibilidade de uma Pessoa Jurídica atuar para apenas uma empresa, sem precisar integrar o quadro de colaboradores.

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

Apesar da nova legislação liberar este tipo de ação, nenhuma das modalidades de Pessoa Jurídica possui exigência de exclusividade em seu contrato de serviço, assim como também não contém outras obrigações do regime de contratação CLT. 

Desta forma, caso a empresa exija subordinação por parte do profissional do regime de contratação PJ, como horário fixo ou justificação de faltas, poderá ser multado, tendo que arcar com valor da multa e indenização para o contratado. 

O lado financeiro

Para os empresários e contratantes, esta é a melhor opção por isentá-los de arcar com determinadas taxas tributárias e de direitos dispostos para o regime de CLTs.  Apesar de oferecer salários maiores, alguns custos serão responsabilidade do profissional, por não possuir vínculo empregatício. 

Legalmente, Pessoas Jurídicas devem arcar com as cargas tributárias de impostos enquadrada no Simples Nacional, que são reduzidas e possuem sistema de recolhimento único. Mas, para quem não possui muito entendimento sobre o assunto, uma opção é buscar auxílio profissional de um contador.

Dicas para não cair em armadilhas ao ser contratado como PJ

O universo da prestação de serviços como PJ pode ser muito incerto e preocupante para os que acabaram de iniciar suas carreiras neste meio. Mas, o desejo de ser um profissional autônomo deve andar em conjunto com as responsabilidades e cuidados que são exigidos

Veja 3 benefícios financeiros de trabalhar como PJ
Fonte: (Reprodução/Internet)

Pequenos elementos se tornam essenciais para quem busca ter sucesso na carreira como PJ. Uma boa administração de gastos com uma possível reserva financeira e um perfil de empreendedorismo e poder de autogestão são alguns desses elementos indispensáveis.

Evite contratações abusivas

O contrato da prestação de serviços será a única forma de ditar e limitar as regras de empresa para empresa. Ou seja, como prestador de serviços, é importante que haja apenas uma coisa em mente: em uma contratação não é permitido haver qualquer elemento que caracterize vínculo empregatício.

Se existem dúvidas pertinentes sobre apostar no universo dos profissionais autônomos, uma ótima dica é procurar outros que vivem esta realidade. Dessa forma, será possível buscar conselhos e dicas de quem já é adepto a este modelo e irá esclarecer detalhes sobre.

Corretoras são bons investimento para todos os segmentos

É fato que muitos profissionais talentosos e que teriam carreiras brilhantes como autônomos acabam se podando e servindo a grandes empresas por não saberem os benefícios que terão ao se tornarem adeptos do regime de contratação PJ. 

Conforme o tempo passa e as coisas se aprimoram, esta está se tornando cada vez mais, uma alternativa buscada por grandes empresas. Ou seja, é um novo espaço que pode ser conquistado por profissionais de excelência que podem garantir bons frutos nesse meio através da prestação de serviço da forma que gostariam.