Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram

Você é daquele tipo de leitor curioso que, alguma vez na vida, se perguntou sobre as moedas que o nosso país já teve? Considere que hoje você vai descobrir quais foram elas.

ANÚNCIO

Isso porque dos Réis ao Real, nós tivemos muitas mudanças. E esse texto é bem bacana porque vamos falar até mesmo antes das moedas existirem. Acompanhe!

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

Antes, uma curiosidade

Antes de começar, a gente quer citar aqui uma curiosidade. Considere que algumas moedas foram lançadas, depois saíram e mais tarde voltaram. Por exemplo, o Cruzeiro é de 1942 e ele ficou até 1967 até dar lugar para o Cruzeiro Novo. Mas, 3 anos depois, ele voltou a circular.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

E vale lembrar que o Cruzado foi lançado em 1986 e ainda passou pelo Cruzado Novo, ficando até 1990. Mas, após isso, de novo, o Cruzeiro voltou a ser moeda brasileira. Portanto, abaixo, a gente vai citar apenas as moedas que já existiram, sem ficar repetindo quando elas voltaram.

ANÚNCIO

Réis

Essa foi a primeira moeda do Brasil e ela vem desde os governos imperiais. Assim, a gente tem um lançamento dela que funcionou até 1833. O símbolo era o “R” e ela veio através de um Alvará, sem número, em 01 de setembro de 1808.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

O valor era complicado de ser avaliado. Porém, era mais ou menos como 1/8 de ouro de 22 K. As cédulas eram de 20, 40, 80, 100, 200, 300, 400, 500, 1000 e 2000 réis. Mas, haviam moedas também, que eram ainda mais variáveis, partindo de 500.

Bom, resumindo o tópico, considere que no século 19 tivemos os réis, que eram simbolizados por Rs e $. A moeda foi usada desde a época da colonização.

ANÚNCIO

Mil Réis

Com o símbolo de “Rs”, o Mil Réis veio logo em seguida, lançado em 1833 e indo até 1942. Ele foi lançado na época do governo de Pedro II do Brasil. E foi através da Lei 59 de 1833. 

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

Assim, foi uma espécie de continuação dos réis, com uma nova unidade. Ele veio logo após a Independência do Brasil, em 1822.

Cruzeiro

Já o Cruzeiro, que foi usado como símbolo de Cr$, foi lançado em 1942 e perdurou até 1964, sendo usado por 22 anos. Ele veio do governo de Getúlio Vargas sob o Decreto de Lei. 4.791/1942. Um cruzeiro era correspondente a 1 mil réis.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

Haviam cédulas de 500 cruzeiros e que iam até 1 milhão. Já a moedas eram de 10, 20, 50 centavos ou de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 cruzeiros. Nessa época, a inflação era de 19,5%. 

Curiosamente, em 1964 a gente continuou com o Cruzeiro, mas aí foram retirados os centavos. Isso no governo de Castelo Branco e isso vem através da Lei 4.511 de 1964.

Cruzeiro Novo

Um pouco mais tarde, em 1967, a gente teve o Decreto de Lei 1 de 1965. Ele veio do governo de Castelo Branco também e lançou no mercado o Cruzeiro Novo, através do NCr$. Assim, 1 Cruzeiro Novo era equivalente a 1 mil cruzeiros.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

E haviam cédulas de 1, 5, 10 e 50 centavos, além das notas de 1, 5 e 10 cruzeiros novos. Também haviam moedas, que eram de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 centavos. A inflação estava bem mais alta nesses anos, sendo de 40,1%.

Após o Cruzeiro Novo e até chegar no Cruzado, a gente teve a volta do Cruzeiro nos governos de Emílio Garrastazu Médici e de João Figueiredo, sendo em 1970 e 1984.

Cruzado

O Cruzado, com o símbolo de Cz$, foi instaurado em 1986 e durou só dois anos. Ele veio na época do José Sarney. A partir disso, as moedas começaram a ser lançadas junto com um plano econômico, ainda que também vieram através de leis.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, o Plano Cruzado I foi em 1986 e o Plano Cruzado II foi um ano mais tarde. Eles vieram através do Decreto de Lei 2.283 do ano de 1986. E um cruzado era o mesmo que 1 mil cruzeiros.

Haviam cédulas de 10, 50, 100, 500, 1000, 5000 e 10000 cruzados e moedas de 1, 5, 10, 20 e 50 centavos. Foi a moeda mais conhecida dos anos de 1980 no nosso país.

Cruzado Novo

O Cruzado Novo nasceu em 1989 com o José Sarney também. Ele lançou o Plano Verão I e o Plano Verão II, através de Medidas Provisórias, como a 32 e depois a Lei 7.730. O símbolo usado era o NCz$. 

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

O valor era de 1 Cruzado Novo para cada 1 mil Cruzados. E haviam cédulas e moedas próximas as dos Cruzados. Vale mencionar aqui que, em 1992, um pouco depois do Cruzado Novo se tornar Cruzeiro, a inflação do país foi a mais alta de todos os tempos, sendo de 764%. 

Cruzeiro Real

O Cruzeiro voltou em 1990 e em 1993 se transformou no Cruzeiro Real, através do CR$. Nessa época, o governo era do Itamar Franco. Porém, o Cruzeiro Real não durou nem 1 único ano completo. Mas, foi uma espécie de transição para o Real, que veio em 1994. 

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

O Cruzeiro Real veio através da Medida Provisória 336 e 1993 e depois da Lei 8.697 e da Resolução do Bacen 2010 do mesmo ano. Assim, um Cruzeiro Real era o mesmo que 1 mil Cruzeiros. 

E as cédulas eram de 50, 100, 500, 1000, 5000 e 50000. Já as moedas, de 5, 10, 50 e 100. Nessa época, a inflação era de 60%. O cruzeiro real foi importante no começo dos anos de 1990, mas que logo deu lugar ao real, que teve bem mais sucesso.

Real

E também foi no governo de Itamar Franco que o Real foi lançado, o famoso BRL ou R$. Ele vem sendo usado desde julho de 1994. Foi lançado através do Plano Real e da Lei 8.880 de 1994 e posteriormente a Lei 9.069 de 1995.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, para cada um real, a gente tinha 2.750 cruzeiros reais. Na época, foram lançadas cédulas de 1, 2, 5, 10, 20, 50, 100 e, mais recentemente, 200. Já as moedas são de R$ 0,01 (que não existe mais), 0,05, 0,10, 0,25, 0,50 e 1. Em 2017, a inflação esteve em 2,95%.

Os símbolos das moedas brasileiras

Considere que antes as personalidades eram homenageadas nas moedas brasileiras. Por exemplo, Pedro Álvares Cabral, Marechal Deodoro da Fonseca, Santos Dumont, etc. A extinta moeda de R$ 0,01 tinha o Pedro Álvares Cabral.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

A de R$ 0,05 tem o Tiradentes, a de R$ 0,10 tem o Dom Pedro I, a de R$ 0,25 tem o Manual Deodoro da Fonseca, a de R$ 0,50 tem o Barão do Rio Branco e a de R$ 1 tem a Efígie da República. 

Atualmente, as cédulas homenageiam, mas sim a fauna brasileira (além de uma efígie). 

A nota de R$ 2, por exemplo, tem uma tartaruga-de-pente. A de R$ 5 tem uma garça. A de R$ 10 tem uma arara. A de R$ 20 tem o mico-leão-dourado e a de R$ 50 tem a onça-pintada. Depois, vem a de R$ 100, com o peixe garoupa e a de R$ 200, com o lobo-guará.

E antes das moedas existirem?

Também é um ponto legal da história contextualizar antes de o dinheiro existir, de fato. Saiba que no Brasil, o dinheiro passou por mudanças, como vimos acima. Só que antes disso, no início da civilização, o comércio era todo na base do escambo.

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

Isto é, a troca de mercadorias entre as pessoas e os povos. Foi a partir do século VII a.C que nasceu as primeiras moedas, que eram feitas em ouro e prata. Elas eram feitas de processos manuais e bem rudimentares, mas já dava a ideia das moedas que viriam depois.

Um pouco mais tarde, na Idade Média, surgiu a ideia de guardar moedas com ourives e a garantia se dava por recibos. É algo como fazer o depósito em banco de hoje em dia. Só que isso ainda estava bem longe de acontecer como a gente conhece hoje, ok?

O surgimento dos bancos

Bem mais tarde vieram os bancos, que tinham essa função mais oficial de guardar e emitir as moedas de papel. Também haviam bilhetes de bancos. Os primeiros bilhetes foram emitidos pelo Banco do Brasil, em 1810 e o valor era preenchido à mão, como os cheques. 

Veja os tipos de moedas que já tiveram no Brasil e quanto tempo duraram
Foto: (reprodução/internet)

Os bancos foram dominando tudo e passaram a emitir as cédulas também. Atualmente, todo país tem o seu próprio Banco Central, que faz isso, de emitir cédulas e moedas.  

No Brasil, a Casa da Moeda foi responsável pela impressão do dinheiro, sendo que foi crida em 1694 por Dom Pedro II, que era o Rei de Portugal. A ideia era fabricar as moedas no Brasil Colônia. A fabricação das moedas hoje é regulada pelo Ministério da Fazenda.

Onde entra a inflação?

O texto está ficando longo demais, só que agora é bem rápido entender a inflação. A emissão de mais dinheiro no país deve acontecer a partir da quantidade de serviços e produtos oferecidos na economia nacional. 

Logo, se algum governo adiciona mais dinheiro para conter a crise, o mercado aumenta o preço das mercadorias e isso gera a inflação. Por isso, atualmente, a fabricação das cédulas tem como foco a substituição de notas velhas.

ANÚNCIO