Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda

O que podemos adiantar é que esse texto não vai te dar uma resposta única ao dizer que o cartão é melhor do que o dinheiro em espécie e vice-versa. Mas nós vamos apresentar situações onde é possível notar que nesse momento um é mais viável do que o outro. 

ANÚNCIO

Isso tudo considerando ainda, de forma indireta, que o dólar está com uma cotação bem alta em várias partes do mundo, especialmente na América do Sul. De todo modo, os cartões também possuem taxas ao serem usados em outros países. Então, vamos às situações. 

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)
  • O perfil do viajante
  • A diminuição de custos
  • Como levar dinheiro em espécie
  • Onde comprar o papel-moeda
  • Qual dinheiro é bom levar na viagem
  • O uso do cartão pré-pago
  • A praticidade do cartão de crédito
  • Quando vale a pena usar o cartão de crédito?
  • Os cuidados com o cartão de crédito
  • Lembre-se dos custos extras e adicionais

O perfil do viajante

A primeira coisa que você tem que avaliar antes de tudo, é sobre o seu perfil. Isso vai mudar muita coisa lá na frente. Então, tenha autocontrole e autoconhecimento o suficiente para saber se você permite surpresas, se gosta de estimar a viagem, se antecipa as despesas. 

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Se você for essa pessoa mais organizada e precavida, então, com certeza, ir comprando os dólares aos poucos para formar a sua reserva que será levada na viagem pode ser boa ideia. Mas atente-se ao fato de que isso não vale apenas para levar muito dinheiro na viagem.

ANÚNCIO

Até mesmo porque é menos seguro. Mas estamos falando sobre comprar ingressos com antecedência, seja de parques, shows, passeios, espetáculos. Isso tem o lado bom é que justamente o de permitir uma estimativa mais adequada da sua viagem. 

A diminuição de custos

Agora, para quem quer gastar menos, a dica nos leva a pensar o dinheiro em espécie é melhor porque ele não tem taxas incluídas tão elevadas como as do cartão de crédito, que pode variar conforme a cotação do dia também. Vamos explicar isso melhor. 

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

O IOF é o Imposto sobre Operações Financeiras e é cobrada no caso da compra da moeda em espécie no valor de 1,1%. Já para quem usa o cartão de crédito em compras no exterior, o IOF também existe, só que é de 6,38%, um percentual bem maior, não é mesmo?

ANÚNCIO

Isso quer dizer que R$ 1.000 comprado em espécie daria uma economia de R$ 52,80 do que se fosse gasto no cartão de crédito. No entanto, não se deve avaliar apenas a diminuição dos custos, certo? Vamos continuar avaliando outros tópicos e situações. 

Como levar dinheiro em espécie

Para quem opta por levar mais dinheiro em espécie do que usar o cartão, a dica é sobre pensar nos modos de tornar isso mais seguro. Por exemplo, verifique se o seu hotel tem cofres internos. O mesmo vale para outros tipos de hospedagens.

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Já para a ida até o país e os passeios, o ideal é nunca levar todo dinheiro em um mesmo lugar. Inclusive, é legal deixar um pouco na mala, na bolsa, na hospedagem. E já sobre o carregamento das cédulas, pense em ter carteiras e calças e mochilas com mais bolsos. 

Atualmente, existem algumas pochetes que servem justamente para isso e ficam embaixo da roupa. E, independente do lugar que você vai, que pode ser mais ou menos seguro, considere não ficar dando bandeira com bolsas, carteiras e dinheiro. Em todo lugar tem riscos. 

Onde comprar o papel-moeda

Se você notou, até aqui estamos falando mais do dinheiro em espécie, correto? Então, agora vem uma dica que vai fazer toda a diferença para você. Saiba que se você deixar para comprar essas cédulas nas casas de câmbio dos aeroportos vai pagar mais caro.

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Isso porque as taxas deles são bem mais altas. Então, qual é a dica? A dica é que você compre em casas de câmbio fora dos aeroportos. E tem mais do que isso: considere ir comprando aos poucos até que chegue o dia da viagem. Isso tem um motivo especial para ser indicado.

Dessa forma, você cria uma média com base na cotação do dólar ou da moeda, evitando arriscar-se a comprar de uma só vez, quando a cotação estiver mais alta. Além do mais, evite cair em golpes de pessoas que vendem tais cédulas, ok? É melhor fazer isso de forma segura.

Qual dinheiro é bom levar na viagem

Ainda sobre as cédulas, saiba que aqui entra outra curiosidade. Por exemplo, você vai levar real, dólar, euro ou a moeda local? Essa é uma pergunta interessante de se fazer. Sendo que uma boa parte dos países e cidades turísticas aceitam o dólar. Mas não todas. 

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Então, supondo que você vá para a República Tcheca. Lá a moeda é a coroa tcheca, certo? Só que essa moeda não se vende aqui no Brasil. Então, você teria que levar dólares ou euros. E, chegando lá, você trocaria pela coroa tcheca. Não dá para trocar real por coroa, por exemplo.

O problema disso é que você teria dois trabalhos e dois gastos com taxas. Portanto, nesses casos, uma boa ideia poderia ser a de usar o cartão de crédito, mesmo que tenha taxas altas de IOF. Abaixo, falaremos mais sobre eles, considerando os cuidados e vantagens. 

O uso do cartão pré-pago

Uma próxima situação a ser pensada tem a ver com o cartão pré-pago. Ele é uma espécie de cartão de crédito também, só que o crédito é adicionado antes da viagem. Ele acaba sendo bacana para quem quer controlar os gastos, mas não levar o dinheiro em cédulas e moedas.

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, você pode adicionar R$ 1.000 nesse cartão, por exemplo. Logo, você sabe que só tem esse limite para usar lá no outro país. Lembrando que hoje em dia existem muitos tipos de cartões pré-pagos que podem ser emitidos, de várias operadoras, bandeiras, custos, etc. 

Sendo assim, eles permitem um controle online pelo aplicativo do celular, o que também é bacana para não deixar que a viagem extrapole demais o seu orçamento. E assim como o cartão tradicional, o pré-pago também permite saques em caixas eletrônicos.

A praticidade do cartão de crédito

Agora, para quem conhece as funções do cartão de crédito convencional, sabe que ele também é uma ótima ideia para comprar em outros países. Ele é mais cômodo, permite análise pelo aplicativo, costuma ser mais aceito e tem programas de pontos.

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

O único problema está no fato de ter taxas mais altas e geralmente um limite mais alto, o que exige maior cuidado por parte do viajante. De todo modo, saiba que em caso de perda dá para bloquear o cartão rapidamente e até mesmo conseguir uma nova via dele. 

Sobre os pontos, para quem viaja com mais frequência, uma boa ideia pode ser participar dos programas para conseguir fazer a troca por benefícios, como os descontos nas passagens aéreas, em hospedagens, produtos, guias turísticos e passeios. 

Quando vale a pena usar o cartão de crédito?

Aqui, a gente tem um ponto a mais para falar do cartão de crédito como opção. Saiba que hoje em dia é muito mais fácil usar ele para alugar um carro porque ele é uma espécie de “cheque calção automático”. Sem contar que permite check-in em aeroportos e hotéis. 

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Além do mais, alguns países permitem o abastecimento de gasolina em postos de autoatendimento e, nesse caso, só pagando com o cartão mesmo. Tem ainda a questão de pagar passagens de trem ou ônibus, que não possuem cobradores e tudo é no cartão. 

Outra vantagem é para pagar o Uber sem precisar ter contato com o motorista, pegar o famoso “fura-filas” em eventos grandes e, portanto, para usufruir dessas vantagens, você só não pode esquecer de fazer o desbloqueio da função internacional dele. 

Os cuidados com o cartão de crédito

Para terminar o conteúdo, já que estamos falando mais do cartão de crédito, considere que há uma boa notícia aqui: hoje em dia, você pode estudar o melhor cartão para ter e usar em outro país. Sendo que o melhor cartão não é o que tem mais limite, está bem?

Em viagens para outro país é melhor usar o cartão de crédito ou levar o dinheiro? Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, o cartão de crédito Unicred permite que o consumidor tenha a cotação do dia na hora da compra. Ou seja, ele não fica sujeito a variação cambial do dólar, como acontece na maioria dos outros cartões. Há ainda aqueles que cobram valores mais altos para saques. 

Portanto, se há uma boa dica é sobre pesquisar o cartão antes de fazer a solicitação dele. Como acabamos de mencionar, todos os grandes bancos e várias operadoras emitem cartões internacionais hoje em dia, e variam conforme custos e benefícios. Estude-os. 

Lembre-se dos custos extras e adicionais

Agora sim para terminar a matéria, saiba que todo cartão de crédito, por mais livre de anuidade que seja, pode ter cobranças adicionais, que são feitas em casos adicionais. Por exemplo, você pode usar o cartão para fazer saques em outro país, só que isso tem um custo.

Geralmente, os bancos cobram pouco mais do que R$ 20 para esse tipo de serviço. Outro custo que pode vir a acontecer é sobre você perder o seu cartão e precisar de uma nova via. Isso também tem um custo, que geralmente fica acima de R$ 10. Esses são alguns exemplos.