Aprenda este passo a passo para financiar a moto Honda CG 160

A Honda CG 160 é uma das motos com o chamado design agressivo inspirado nas motos de modelo esportivo. Ela possui injeção eletrônica, um novo painel e 3 anos de garantia da Honda. Para ter uma dessas na garagem a melhor alternativa pode ser o financiamento. 

ANÚNCIO

Afinal,  pode ser muito complicado garantir a grana toda de uma vez e pagar à vista. Por isso, vou mostrar como fiz o financiamento de uma moto zero da Honda e quais coisas você deve considerar na hora de fazer um negócio como esse.

Aprenda este passo a passo para financiar a moto Honda CG 16
Fonte: (Reprodução/Internet)

 O que os leitores irão encontrar neste artigo:

  • Dicas de financiamento;
  • Quais são as condições dos principais bancos;
  • Como fazer a simulação da moto Honda;
  • Como funciona o consórcio Honda;
  • Quais são as opiniões dos consumidores.

Dicas para financiar um veículo 

Antes de falarmos sobre como fiz o financiamento da moto, separei algumas dicas que me ajudaram na hora de avaliar as condições desse negócio. Quem já financiou algum veículo sabe que não é algo tão simples. É necessário uma boa pesquisa no mercado e nas condições.

ANÚNCIO
Aprenda este passo a passo para financiar a moto Honda CG 16
Fonte: (Reprodução/Internet)

Então a primeira dica que posso dar é avalie as opções. Estudar o mercado e comparar taxas, condições e a proposta em si. Não saia fechando negócio com a primeira empresa. Lembre-se que a melhor forma de não se arrepender é ter a certeza que fez a melhor escolha. 

Isso só será possível se fizer uma boa análise das alternativas que o mercado oferece. Outra forma é filtrar as características que você busca no veículo. Tenha preferência para motos ou carros que tenham sido fabricados há no máximo 10 anos. Normalmente, esse é o requisito básico para a maioria das instituições autorizarem a negociação.

Modalidade de financiamento 

Outra dica fundamental é saber qual financiamento escolher, Crédito Direto ao Consumidor (CDC) ou leasing. O CDC é um empréstimo que conta com prestação fixa, em que o comprador tem a possibilidade de fazer a antecipação das parcelas finais. Posteriormente, esses valores serão abatidos. 

ANÚNCIO

Já no empréstimo de leasing, o comprador tem um valor residual podendo quitar o veículo. Assim, ficará com o bem para sempre. Outra diferença é que nesse contrato o carro ou a moto fica no nome da instituição. Ao finalizar o pagamento, o bem passa para o nome do comprador.

Apesar do leasing oferecer taxas melhores, o mais comum para financiamento de veículos é a modalidade CDC. Isso porque o consumidor já garante a posse imediata do bem e a disponibilidade dessa categoria é maior nos bancos e em outras instituições financeiras.

Comparando as condições 

Comparar as propostas oferecidas é uma das formas mais eficazes de economizar. Já fechei muitas compras sem fazer orçamentos, e acabei entrando numa fria. Então, uma das maiores dicas que posso dar é: compare. 

Aprenda este passo a passo para financiar a moto Honda CG 16
Fonte: (Reprodução/Internet)

Procure as especificações de cada empresa e leve em consideração o valor máximo que pode ser financiado, as taxas de juros e o  prazo máximo para o pagamento. Com essa análise, eu consegui me certificar qual era a melhor opção.

Por que isso é eficaz? Porque dessa forma é possível descartar as propostas que ameaçam o seu bolso e o seu orçamento inicial. Separei logo abaixo as condições de financiamento de alguns bancos: 

  • Caixa Econômica Federal: o prazo máximo para pagamento é de 60 meses e o percentual máximo a ser financiado é 70% do valor total;
  • Santander: o prazo máximo para pagamento é de 60 meses e o percentual máximo a ser financiado é 100% do valor total;
  • Banco do Brasil: o prazo máximo para pagamento é de 60 meses e o percentual máximo a ser financiado é de 100% do valor total.

E as taxas de juros?

As taxas de juros podem variar de acordo com o perfil do consumidor, por isso não dá para estipular exatamente o percentual dos bancos citados acima. Além disso, as especificações dos contratos influenciam bastante nos juros. 

Uma recomendação que posso dar em relação a isso é que talvez vale a pena pesquisar instituições voltadas exclusivamente para o mercado de financiamentos. Existe a possibilidade delas oferecerem condições ainda mais vantajosas do que os bancos tradicionais.

Outra forma de conseguir juros mais baixos é avaliar a proposta do banco que você já é vinculado e que movimenta capital. É comum que essas instituições ofereçam propostas mais interessantes, tendo em vista que o solicitante já é cliente da casa.

Simule todas as propostas 

A simulação do financiamento também ajuda nesse processo de análise de qual seria a melhor alternativa para o seu bolso. Portanto, reunir todas as informações das mais diversas instituições, todos os valores e taxas e fazer essa negociação estimada é importante. 

Aprenda este passo a passo para financiar a moto Honda CG 16
Fonte: (Reprodução/Internet0

Hoje o consumidor tem duas opções: utilizar a Calculadora do Cidadão do Branco Central ou ir direto no site da instituição ou concessionária e utilizar o simulador virtual. No primeiro cenário, o sistema utiliza prestações fixas. Então, é só inserir o número de prestações, a taxa de juros mensal, o valor da prestação e o valor financiado.

Depois disso, é só clicar em calcular e o site mostrará todas as informações. No caso da Honda, que é a concessionária que vamos falar nesse texto, eu vou explicar nos próximos tópicos como fazer a simulação do financiamento. 

Organização das finanças 

Atente-se que a aquisição de um veículo deve ser um sonho realizado e não um pesadelo conquistado. Desse modo, faça o planejamento para esse negócio levando em consideração os gastos paralelos, isto é, aqueles que excedem as parcelas da operação. 

Os valores referentes à manutenção, ao seguro, ao abastecimento, entre outros devem ser considerados. Caso os cálculos para ter um veículo novo não tenha sido como esperava, considere ver opções de motos ou carros seminovos. 

Essa alternativa pode ser interessante, já que esses modelos já passaram pelo período maior de desvalorização. Se estiverem bem conservados, a durabilidade do automóvel pode ser alta. Além dessas dicas, fique de olho na reputação da empresa para não entrar numa fria. 

Motocar Honda: passo a passo para simular online

Se o seu sonho é uma Honda CG 160, vou dar informações importantes aqui neste tópico. Hoje, a empresa conta com diversos modelos dessa linha como a Honda a CG 150 CARGO,  a CG 160 Titan e a CG 160 START. 

Aprenda este passo a passo para financiar a moto Honda CG 16
Fonte: (Reprodução/Internet)

No site Motocar Honda, eu consegui conferir as opções de financiamento. A plataforma funciona como um simulador virtual em que são preenchidas as condições do negócio que gostaria de fazer e confere as melhores opções.

Para simular o financiamento, existe a plataforma Simulador de Financiamento. Ao abrir a página é só escolher o modelo CG 160, se for a Cargo ela custa R$ 10.999,00. O valor é preenchido automaticamente, basta colocar o quanto gostaria de pagar de entrada, a quantidade de meses de parcelamento e seus dados pessoais.

O financiamento Honda

Na simulação do Motocar Honda você digita seu nome, CPF, Whatsapp, e-mail e a loja Honda mais próxima. O resultado do financiamento sai na hora. No caso do modelo acima, com 5 mil de entrada, o financiamento seria de 12 meses de R$ 799,51.

No caso do modelo acima, com 5 mil de entrada, o financiamento seria de 12 meses de R$ 799,51. O portal informa alguns pontos sobre o financiamento. O primeiro é que o valor da entrada deve ser maior ou igual a 10% do valor total da moto.

O segundo é que a venda fica sujeita a análise e aprovação da financeira. Outra informação sobre a simulação, é que ela pode mudar sem aviso prévio e que os dados inseridos nela devem ser confirmados na hora da compra. Para finalizar seu financiamento basta ir até uma loja.

Como financiar com pouca entrada

Sabemos que muitas vezes não é possível reunir um valor tão alto para dar de entrada. A vantagem da proposta acima é pagar o restante da sua moto em apenas um ano. Contudo, para quem gostaria de uma entrada menor existem outras opções.

Aprenda este passo a passo para financiar a moto Honda CG 16
Fonte: (Reprodução/Internet)

Conforme informado, é preciso dar uma entrada a partir de 10%. O valor mínimo para esse modelo da Honda 160 é de R$1.099. Se optar pela Honda CG 160 Cargo ela custa R$ 12.550,00 e precisa de no mínimo R$1.255,00. 

No site não há o modelo Titan para simulação. Portanto, se você gostaria de financiar algum desses dois modelos acima basta acessar a plataforma e com a sua simulação consultar a loja Honda mais próxima para saber mais sobre o negócio.

Consórcio da Honda 

Outra forma de adquirir uma moto CG 160 é por meio do consórcio Honda. Nesse caso, um conjunto de pessoas se reúnem e pagam mensalmente um valor fixo tendo como base o custo da moto visada. Com isso, os participantes se tornam titulares de uma cota. 

Nisso, os membros podem participar de sorteios e assembleias gerais. Se colocar na ponta da caneta, o consórcio pode ser vantajoso por não incidir juros. Porém, é cobrada a taxa de administração. 

O ponto negativo é que para levar a moto para casa pode demorar de 12 a 80 meses, que é o prazo previsto nos planos disponíveis. Ou seja,  caso não seja sorteado ou se não fizer lance nas assembleias a tão sonhada aquisição deixará de acontecer no tempo planejado.

Vale a pena fazer o financiamento?

Bom, na minha opinião isso vai depender do seu planejamento financeiro. Já fiz financiamento para comprar alguns veículos e para mim compensou, pois apesar de não poder pagar à vista, tinha condições de arcar com as parcelas do financiamento. 

Sobre o consórcio da Honda, segundo André Coelho do site Carro de Garagem, ele só é vantajoso para quem já possui um veículo e tem a intenção de comprar um mais caro. Logo, para quem deseja adquirir motos de baixa cilindrada essa não é uma opção interessante. Pagar à vista ou fazer o financiamento são alternativas melhores.