Como calcular o preço do frete – Para empreendedores digitais

Você sabia que os Correios e as transportadoras possuem valores diferentes para calcular o frete de uma mercadoria? E por que você, enquanto empreendedor, deveria saber disso? Porque o frete caro é um dos fatores que mais fazem as pessoas abandonarem os carrinhos.

ANÚNCIO

Portanto, se de alguma forma consegue ajudar o cliente nessa hora, então, aumenta muito as chances de ele comprar seus produtos. Só que para isso, é preciso entender exatamente como é feita essa cobrança. Afinal, de modo global, os dados recolhidos são os mesmos. 

Como calcular o preço do frete – Para empreendedores digitais
Foto: (reprodução/internet)

Veja quais são os tópicos centrais deste conteúdo:

  • Como o frete impacta o lucro do empreendedor;
  • Como definir um frete fixo;
  • Como funciona o cálculo do frente nos Correios e nas transportadoras;
  • Dicas para economizar;
  • Novas tendências no mercado.

A relação do frete com o lucro

O frete pode custar muito. Essa informação é pequena, mas tem uma lição de moral muito grande tanto para quem vende como para quem compra. Para o comprador, isso sempre é mais notável porque fica na cara que ele não quer pagar caro pela entrega.

ANÚNCIO
Como calcular o preço do frete – Para empreendedores digitais
Foto: (reprodução/internet)

Já do lado do empreendedor, o custo elevado do transporte pode tirar o lucro dele ou pior do que isso: pode fazer o cliente desistir da compra. Ou seja, ele fica sem lucro algum. Por isso, o assunto tem que ser muito bem estudado para evitar prejuízos, mas gerar lucros. 

Sendo assim, a relação é direta entre o frete e o lucro. E tem mais: há alguns estudos que ajudam o empresário a subir um pouco no preço do produto, desde que ele consiga fazer as promoções de frete grátis, o que agrada todo e qualquer tipo de consumidor. 

Nem sempre é possível oferecer o frete gratuito

Mas em outras situações, o empreendedor pode optar por deixar por conta do cliente o pagamento do frete e está tudo bem com isso. Porém, é super aconselhável que ele deixe uma série de opções para o cliente escolher.

ANÚNCIO

Às vezes, ele pode optar por pagar mais caro para ter o objeto rapidamente em casa. Ou ele pode ter paciência de aguardar se for para não pagar nada ou pagar menos pelo frete. Agora, sempre avalia a questão do frete grátis porque isso gera mais vendas. 

Tanto é que os maiores e-commerces do mundo e do país estão focando em dar essa “vantagem” para o cliente que compra acima de determinados valores, como acima de R$ 99,99 ou acima de R$ 199,99, por exemplo. É uma ideia a ser estudada. 

Já conhece o frete fixo?

Outra sugestão que tem sido muito bem aceita no mercado tem a ver com o frete fixo. O que seria isso? É uma opção para as lojas que vendem em maior volume para determinada região do país. A partir disso, dá para criar o preço médio daqueles envios.

Como calcular o preço do frete – Para empreendedores digitais
Foto: (reprodução/internet)

Esse preço médio é o que vai falar sobre um frete fixo. No entanto, é sempre bom avaliar se há um número significativo de entregas para lá. Isso porque dá para combinar com a transportadora de levar em um único dia da semana, por exemplo, o que é mais econômico. 

Esse primeiro ponto é para você saber que tem alguns pontos que não mudam, seja na entrega feita pelos Correios ou pela transportadora. Por exemplo, o CEP de origem, o CEP do destino, o peso da encomenda e as dimensões (altura, largura e comprimento) dela. 

Mais detalhes

O que também é comum é que esse valor seja maior em caso de entregas expressas, que são aquelas que são mais rápidas. Já se for uma entrega mais lenta, chamada de econômica, consequentemente, ela será mais barata. E isso começa a gerar resultados diferentes. 

Como é feito o cálculo do frete nas transportadoras

Aqui começamos a ter complicações porque cada transportadora pode ter a sua tabela de frete. Logo, o que acontece é que preciso fazer várias cotações para ter o menor valor. Além disso, há de se considerar a confiabilidade das transportadoras, ok?

Como calcular o preço do frete – Para empreendedores digitais
Foto: (reprodução/internet)

Grandes transportadoras permitem a simulação online, com é o caso da Jadlog e da Latam Cargo. Isso facilita muito a pesquisa do empreendedor. Porém, em outros casos é preciso ligar ou mandar um e-mail para ter a resposta. 

Há uma próxima alternativa, que é usar gateway para encontrar esse melhor preço do frete na transportadora. Esse é um serviço de automação de cotação de fretes, que fica integrado a sua loja virtual. Geralmente, ele é pago e tem parcerias com várias transportadoras. 

Dicas para evitar gastos a mais com as encomendas

Um dos pontos mais importantes da sua embalagem está justamente em conhecer as melhores formas de embalar o produto. Isso porque embalagens que possuem fragilidade podem quebrar a mercadoria e isso gera despesas com a logística reversa.

Outra coisa é que dá para se pensar em vários materiais que podem ser usados para a proteção das mercadorias, como o plástico bolha, os travesseiros de ar, as espumas, os isopores e muito mais. Então, é legal conhecer eles para usar de forma adequada.

Isso tudo porque se o cliente receber o produto com a embalagem rasgada ou avariada, ele pode negar o recebimento. Assim, a empresa acaba tendo um custo a mais com o transporte. Inclusive, mandar o produto em uma embalagem maior também gera custos, viu. 

O peso cúbico no valor do frete

Tanto as transportadoras como os Correios usam o peso cúbico de um objeto para fazer o cálculo do valor do frete. O que seria o peso cúbico? É o volume de espaço ocupado pela mercadoria em relação ao seu peso. Obviamente, quanto mais pesada a caixa, maior o frete.

Como calcular o preço do frete – Para empreendedores digitais
Foto: (reprodução/internet)

E de um modo geral, essa conta acaba sendo juta porque uma caixa de livros pode pesar bem mais do que uma caixa, do mesmo tamanho, que tenha roupas de seda, por exemplo. Logo, fazer a conta da cubagem é importante sim. E isso é feito com uma fórmula simples. 

Comprimento x Largura x Altura / Fator de Cubagem. Sendo assim, as medidas são usadas em centímetros e o fator de cubagem depende da transportadora ou dos Correios. Como padrão, os Correios usam um valor de 6.000 para o fator de cubagem. 

O cálculo do frete nos Correios

A boa notícia é que o site dos Correios permite um cálculo do frete de forma muito simples e online, através do seu calculador remoto de preços e prazos” Assim, é só entrar na página e digitar as informações que são solicitadas para conseguir a sua resposta. 

Porém, há algumas regras que você tem que considerar antes de fazer isso. A primeira tem a ver com o peso, que é de no máximo 30 quilos. Depois, com as dimensões, que não devem passar de 105 centímetros e a soma das medidas não deve ser mais do que 200 centímetros. 

Ou seja, o que acontece de forma comum é que geralmente a pessoa opta pela entrega dos Correios. Mas, quando as dimensões não são correspondentes, então, a opção mais viável se torna mesmo a escolha de uma transportadora, como vimos anteriormente.

Como economizar – Outras alternativas de entrega

Bem, chegando ao fim do texto, se você viu que esse tema é complicado e está pensando em soluções para beneficiar o seu cliente sem perder o seu lucro, saiba que há sim algumas sugestões bem interessantes. E a gente vai falar, brevemente, sobre elas. 

Como calcular o preço do frete – Para empreendedores digitais
Foto: (reprodução/internet)

A se considerar que você não tem como assumir o frete gratuito e que está julgando o valor dos Correios e das transportadoras alto demais, comece a pensar em entregas que podem ser feitas de bicicleta ou de motocicleta. Essa é uma realidade especialmente em capitais.

E para isso é preciso considerar o tamanho da embalagem. Mas, de um modo muito simples, saiba que há diversas empresas especializadas nesse tipo de entrega hoje em dia. E, além de ser mais rápida, também é mais barata. Só que só vale a pena para locais próximos.

Retirada em loja (compre e retire grátis)

A outra alternativa que tem sido muito usada é sobre retirar na própria loja. Só que se você tem um e-commerce e não tem loja física ou lojas parceiras, então, isso não valerá a pena. Por outro lado, se você tem unidades, como escritórios ou mesmo lojas, é uma boa ideia. Assim, dá para considerar que o seu cliente pode ele mesmo fazer a retirada da compra

Logo, você não tem gasto com o frete e ele se compromete a tirar o produto. Geralmente, isso sai mais barato para ele também. Outra vantagem está na agilidade em retirar o produto. Abaixo, há uma alternativa para quem não tem lojas ou unidades físicas, leia. 

O fulfillment

Agora, vamos terminar deixando no ar uma ideia para você que não tem unidades físicas. Essa é uma tendência em outras partes do mundo. E vale muito a pena para quando a distância do fabricante para o consumidor é grande mais. Vem da ideia de estoque estratégico. Entenda.

Nessa técnica, a ideia é usar o fulfillment, que é uma modalidade onde o lojista terceiriza o armazenamento de estoque e faz o envio dos produtos para lá. Assim, ele pode ter uma espécie de centro de distribuição que fica mais próximo do cliente e isso barateia o frete.