Os 10 chocolates mais caros do mundo

Como em todo mercado, há um luxo escondido entre as barras, as trufas e os bombons de chocolate no mundo afora. Geralmente, estamos falando de fábricas suíças ou inglesas. Só que o chocolate mais caro do mundo vem de grãos e produção que ficam no Equador. Saiba tudo.

ANÚNCIO

Um dos motivos que mais fazem com que esses chocolates estejam na lista dos mais caros do mundo é fato de serem feitos de forma diferente ou com ingredientes raros. Por exemplo, você já imaginou comer um bombom de sabor bacon? É isso mesmo e você confere a seguir. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

10 –  Vosges Haut-Chocolat

Essa é uma marca de chocolate premium, como não poderia deixar de ser. A marca de luxo fica situada em Chicago, nos Estados Unidos e pertence a empresa Chocolatier Katrina Markoff. Inclusive, ele é único no mundo. Por isso, tem o valor menos acessível. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/ internet)

Assim, a produção mistura sabores excêntricos e que não são comuns em chocolates. Atualmente, as coleções de trufas são das categorias ao leite, de gengibre, de menta, de canela, de pimenta, de wasabi e de até bacon, acredita nisso? É verdade. 

ANÚNCIO

O preço do chocolate não é nada popular, mas ele é o mais barato da lista: até US$ 150 por cada coleção de trufas que é vendida em pouquíssimas lojas distribuídas em Chicago. Aliás, eles têm um site que tem demonstrações desses produtos, ainda que não seja disponível para todo mundo.

9 – Amedei Porcelana

O Amedei Porcelana é um chocolate bem delicado. O preço alto dele está no fato de ser feito a partir do cacau Criollo, que é um tipo de cacau exclusivo da Amedei. Os grãos desse cacau são considerados os melhores grãos do cacau que existem no mundo, sendo muito raros. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

A Amedei é uma das melhores produtoras de chocolate do mundo. A empresa foi criada em 1990 por Cecilia Tessieri. Já o Porcelana, que é um dos chocolates dela, venceu o prêmio de “melhor chocolate preto”. A barra do Amedei Porcelana custa até US$ 140.

ANÚNCIO

E como vamos citar a Amedei de novo, vale considerar que ela é uma empresa fabricante de chocolates artesanais que fica na Toscana. As barras também existem e são premiadas. O chocolate Amadei é usado para fazer ao cupcake mais caro do mundo, o Golden Phoenix, que é vendido em Dubai. 

8 – Grand Cru

Com assinatura de Pierre Marcolini, um chocolatier belga muito famoso no mundo e muito luxuoso também, o Grand Cru é classificado como a melhor criação do “cientista”. O chocolate nasceu da escolha individual e detalhista do chocolatier.

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Assim, os grãos selecionados de cacau são usados como os ingredientes excepcionais da produção, sendo que é o que dá qualidade ao produto. O sabor garante uma sensação tentadora ao paladar. Esse chocolate prêmio, vendido em caixas de trufas, sai por US$ 100.

7 – Richart

Quando você for pesquisar o mundo dos chocolates ou os chocolates mais famosos do mundo, com certeza, você vai acabar encontrando o nome de Michael Richart em algum momento. Ele é outro chocolatier famoso que existe no mundo e que tem criações próprias. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Os chocolates dele são únicos e feitos sob encomenda. A maior curiosidade de todas: ele usa o feijão como um dos ingredientes principais para fazer os seus docinhos. Obviamente, isso é misturado com cacau e eles vem em forma de bombons, com valor de US$ 120.

6 – The Aficionado’s Collection

Com assinatura de The House of Grauer, que é uma loja de charutos internacional, o The Aficionado’s é o carro chefe na área dos chocolates. Lembrando que a Grauer também é famosa pela produção de vinhos vintage e licores, hein. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

A loja tem um chocolatier suíço que criou uma coleção exclusiva, que é essa que está sendo citada aqui. A coleção inclui 3 chocolates pretos, complexos e saborosos. O preço da coleção fica em US$ 200. Mas não julgue o preço antes de experimentar, combinado?

5 – Trufas Negras Toscano

Outra invenção da Amedei entra como o 5º melhor chocolate do mundo. As trufas negras são gourmets, caras e luxuosas. São encomendadas para reis e  justamente por conterem um tipo de ingrediente que é digno deles: o ouro. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Sim, o ouro comestível. Assim, além do ouro, ainda tem grãos de cacau selecionados, de primeira linha. A caixa de trufas do Trufas Negras Toscano fica em torno de US$ 300 e é bem difícil de encontrar, viu – exceto se você apresentar o título de rei ou príncipe. 

4 – DeLafee

DeLafee Internacional é o nome da marca suíça por trás dessa coleção. Mas o nome da coleção é bem mais simples do que as outras que você leu até aqui: chocolates com ouro comestível. Inclusive, esse tipo de ingrediente é comum nas produções da DeLafee.

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ela foi criada em 2004, é sediada na Suíça e usa grãos de cacau selecionados que vem lá do Equador. Os chocolates são todos de alta qualidade. No caso desses com ouro, a cobertura é feita com as folhas comestíveis de ouro em 24 quilates. A caixinha com 9 deles custa US$ 500.

3 – Le Grand Louis XVI

Agora temos uma “caixinha de bombons” que é da Debauve and Gallais. A empresa que fabrica chocolates fica em Paris, na França. Ela fornece a grande parte da sua produção para as famílias reais da Europa e faz isso desde o início do século 19. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

A empresa preza por chocolates que tenham 99% de cacau, no mínimo. Aliás, Le Grand Louis XVI é o produto premium mais importante da marca, considerando o melhor da sua linha. Cada caixa custa US$ 900 e vem com pouco mais de 30 bombonzinhos. 

2 – Wispa Gold Chocolate

Agora vem um chocolate da Cadbury, que é considerado o 2º mais caro do mundo. Essa marca é muito famosa no mercado de luxo por ser de propriedade da famosa Mondelez International, que também fabrica produtos mais acessíveis aos bolsos dos mortais. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Foi John Cadbury que lançou a receita em 1824 e fez o maior sucesso. A barra de chocolate de luxo surgiu mais tarde, em 1995 e foi descontinuada. Mas ressurgiu em 2011. Sendo que vem embrulhada em uma folha de ouro comestível e com cacau de Madagascar. O preço é US$ 1.600.

1 – Chocopologie Chocolate Truff

E o chocolate mais caro do mundo, quanto é que custa? Anote aí esse preço e depois continue lendo para entender os motivos: US$ 2,6 mil. Ele foi criado por Fritz Knipschildt, que é um chocolatier e chef dinamarquês que teve uma ideia simples, mas totalmente cara.

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ele usou uma base de baunilha, coberta por chocolate escuro de Valrhona. E isso deu um resultado fantástico. Mas não apenas no valor e sim no gosto. Tanto é que a revista Forbes o considerou como o chocolate mais caro do mundo dos últimos anos. 

O chocolate mais caro do mundo acessível as pessoas

A lista acima é verdade. Porém a primeira posição é outra. A gente só deixou para falar aqui sobre esse produto porque ele é o único que está acessível as pessoas. Mas não todas as pessoas: somente as que podem ou querem pagar US$ 299 por cada barrinha de 50 gramas. 

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

A marca Toak Chocolate é do Equador e considerada a mais conhecida entre as pessoas que não são reis ou rainhas. E o mais legal é que dá para escolher os chocolates a partir da colheita dos grãos. A barra mais cara custa US$ 299. Só que você pode escolher outras, mais baratas.

Tem, por exemplo, a com grãos de Galápagos de 2018 ou as de grãos mais antigos, como a de casco de rum equatoriano envelhecido ou ainda as mini barras 100% cacau. Da até para fazer uma assinatura e receber kits de degustação viu. 

A produção dos chocolates mais caros do mundo

Considere que os chocolates citados aqui são feitos a partir da seleção de grão secos de cacau, que formam a base para as produções dos produtos. Depois, esses grãos são fermentados e adicionados em um moedor, sendo que a manteiga de cacau é extraída dos grãos.

Os 10 chocolates mais caros do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Em um próximo passo, a manteiga se transforma em um líquido. E esse líquido recebe os ingredientes: açúcar e leite. Assim, é feito o tempero do chocolate. Depois, a mistura vai para os moldes, que geralmente são barras ou bombons ou trufas, referenciando cada marca. 

Ovo de páscoa mais caro do mundo

Como curiosidade, considere que além das coleções de luxo que citamos acima, também dá para pensar nos ovos de páscoa mais caros do mundo. O que muda, geralmente, é o formato. O ovo de páscoa tem o formato oval e não em barras ou bombons ou trufas. 

Só o formato já faz com que ele custe mais devido ao transporte e as embalagens que são específicos e exigem mais cuidado. Assim, o Ovo Fabergé, que é cravejado de diamantes, custa US$ 5 milhões e é o mais caro do mundo. Depois, vem o Diamond Stella (US$ 100 mil).