Daisy Ridley está trabalhando novamente com a Disney pela primeira vez desde Star Wars

Daisy Ridley era uma atriz desconhecida, até que foi escolhida para interpretar o papel de Rey na trilogia da sequência de Star Wars. Agora, ela é uma grande estrela de cinema cujos talentos são solicitados por toda Hollywood. 

Claro, você pode ter certeza de que a Disney não vai querer perder a estrela que ajudaram a descobrir e, portanto, não é nenhuma surpresa que a Disney esteja atualmente em negociações para colocar Ridley a bordo de um novo projeto Disney+, uma adaptação cinematográfica de Young Woman and the Sea, uma história sobre a primeira mulher a nadar no Canal da Mancha.

Daisy Ridley está trabalhando novamente com a Disney pela primeira vez desde Star Wars
Foto: (reprodução/internet)

O Deadline informa que Daisy Ridley está no estágio de negociação do contrato, portanto, embora o negócio não esteja, tecnicamente falando, “fechado”, parece bastante provável que o projeto siga em frente com Ridley na liderança. 

Joachim Rønning também está retornando à Disney

A atriz de Star Wars não é o único membro da grande “família Disney” que voltará ao rebanho. Joachim Rønning, que anteriormente dirigiu Piratas do Caribe: Dead Men Tell No Tales e Maleficent: Mistress of Evil, está definido para dirigir o novo projeto

Jeff Nathanson, que escreveu o filme Piratas mais recente, assim como o remake do Rei Leão, escreveu este roteiro. Atualmente, ele está lidando com as tarefas de roteiro do set de filmagem do Rei Leão, a ser dirigido por Barry Jenkins. Jerry Bruckheimer está co-produzindo o filme.

Leia também: Chris Evans se junta ao próximo filme de Adam McKay para a Netflix

Mais sobre a história de Young Woman and the Sea

Young Woman and the Sea contará a história de Gertrude “Trudy” Ederle, que nadou no Canal da Mancha em 1926. Ela ganhou uma medalha de ouro nas Olimpíadas de 1924 na natação antes de tentar a natação histórica. Cinco homens cruzaram o canal quando ela tentou a façanha, mas ao fazer isso Ederle realizou algo que muitos não acreditavam que as mulheres fossem capazes de fazer.

Em sua essência, este é um filme de “verdadeira história inspiradora” com o qual a Disney sempre se saiu muito bem. 

Young Woman and the Sea está sendo chamado de filme Disney +, mas com base na recente reorganização da Disney, é possível que o filme ainda possa se tornar um lançamento teatral. Provavelmente será determinado posteriormente no processo exatamente como o filme chegará ao mercado.

Se Daisy Ridley concordar, e se o filme for definido para Disney+, poderemos ouvir mais sobre o projeto ainda hoje. 

A Disney está tendo um grande evento do Dia do Investidor esta tarde que se concentrará nas várias plataformas de streaming da empresa, e que deve incluir a revelação de novos projetos, para que Young Woman and the Sea possa receber um elogio como um próximo filme Disney+ Original durante a apresentação. 

Mesmo que o projeto ainda demore alguns anos, tudo o que Disney+ anuncia como um projeto original é algo que pode ajudar a construir ou reter assinantes, o que o torna importante para Wall Street.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: Cinema Blend e Deadline