John Lennon é lembrado: Paul McCartney, Ringo Starr e Yoko Ono prestam homenagem ao seu 40º aniversário de morte

Paul McCartney, Ringo Starr e Yoko Ono estão entre aqueles que se lembraram do grande John Lennon, no 40º aniversário de sua trágica morte.

“Um dia triste”, escreveu McCartney, parceiro de composição de Lennon, amigo e muitas vezes rival artístico, “mas lembrando do meu amigo John com a grande alegria que ele trouxe ao mundo”.

John Lennon é lembrado: Paul McCartney, Ringo Starr e Yoko Ono prestam homenagem ao seu 40º aniversário da morte
Foto: (reprodução/internet)

“Sempre ficarei orgulhoso e feliz por ter conhecido e trabalhado com esse Scouser incrível!”, conclui McCartney, referindo-se ao apelido do pessoal de Liverpool.

Lennon foi morto a tiros em 8 de dezembro de 1980 por Mark David Chapman, que permanece sob custódia após repetidos pedidos de liberdade condicional.

Starr, o único Beatle sobrevivente além de McCartney (George Harrison morreu em 2001), twittou hoje: “Terça-feira, 8 de dezembro de 1980, todos nós tínhamos que dizer adeus a John, paz e amor John. Estou pedindo a todas as estações de rádio de música do mundo para tocar Strawberry Fields Forever. Paz e amor.”

Fique por dentro: Natalie Desselle morre: estrela de “Eve” e “B.A.P.S” tinha 53 anos

Yoko Ono fala sobre paz e lei de armas

Ono aproveitou a ocasião para pedir paz e reforma da lei de armas. “A morte de um ente querido é uma experiência vazia”, ela escreve. “Depois de 40 anos, Sean, Julian e eu ainda sentimos falta dele. ‘Imagine todas as pessoas vivendo a vida em paz.'”

O tweet de Ono também inclui a famosa fotografia que ela tirou dos óculos sujos de sangue de Lennon, acompanhada de uma mensagem que diz: “Mais de 1.436.000 pessoas foram mortas por armas nos EUA desde que John Lennon foi baleado e morto em 8 de dezembro de 1980.”

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: Deadline