Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior

Os BDRs surgiram no mercado financeiro brasileiro recentemente e já ganharam o coração de muitos investidores. O motivo é que eles permitem investir em ações de grandes empresas estrangeiras sem precisar ter muito trabalho. 

ANÚNCIO

Por exemplo, não precisa abrir uma nova conta em corretora de outro país e nem declarar o imposto para o governo de lá. Por outro lado, ele possui algumas taxas. Mas, no geral, pode ser uma ideia para você. Conheça mais dos BDRs e descubra se vale a pena. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)
  • O que é BDR
  • Como funciona um BDR
  • Os tipos de BDRs que existem
  • O que são os níveis dos BDRs
  • Como funcionam os códigos dos BDRs
  • Como comprar BDRs
  • Os fundos que aplicam em BDRs
  • As vantagens dos BDRs
  • As desvantagens dos BDRs
  • Vale a pena investir em BDRs
  • Os riscos de investir em BDRs

O que é BDR

A tradução é Brazilian Depositary Receipts. Na prática, a gente tem valores mobiliários que representam ações de empresas internacionais que são emitidas e negociadas no Brasil. É fácil entender isso quando a gente pensa em um exemplo. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, na possibilidade de investir em ações da Disney, do Google, da Apple. Ou seja, são ações norte-americanas que podem ser compradas pelos brasileiros. Assim, é uma forma de investir na renda variável do mercado internacional.

ANÚNCIO

No entanto, você não vai comprar a ação diretamente e sim os BDRs. Isso traz vantagens e desvantagens, as quais vamos mencionar abaixo. Mas, antes disso, é legal saber que esse tipo de produto é novo aqui no Brasil, só que já são mais de 600 opções de ações para comprar. 

Como funciona um BDR

A emissão dos BDRs funciona através de instituições que são essenciais para que o processo aconteça. Aliás, são duas as instituições mais importantes. A primeira é a custodiante, que fica no país de origem da empresa estrangeira. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

É ela que faz a compra e o bloqueio das ações da companhia estrangeira na bolsa. Então, elas servem de lastro (garantia) aos BDRs que são vendidos em outros países, como no Brasil. Depois, temos as instituições depositárias também. 

ANÚNCIO

Essas ficam nos países que recebem e emitem os BDRs, como o Brasil. Elas fazem a emissão e o cancelamento dos papéis junto à bolsa de valores local. No nosso caso, a B3. 

Os tipos de BDRs que existem

Atualmente, são dois os tipos de BDRs. O primeiro é chamado de não patrocinado. Ele acontece quando a companhia estrangeira não participa do processo. Ou seja, apenas a instituição depositária faz a emissão dos ativos.

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

Sendo assim, essa instituição mantém uma conta em outra empresa do exterior onde ficam depositadas e bloqueadas as ações, que servem como garantia. A depositária também é responsável por divulgar as informações sobre as empresas estrangeiras. 

Já os BDRs patrocinados são aqueles onde as companhias estrangeiras participam do processo, mostrando interesse em abrir capital em outro país. Logo, envolve até a emissão e a negociação dos ativos. Elas podem ser nível 1, 2 ou 3, dependendo do volume e distribuição. 

O que são os níveis dos BDRs

Esse nível 1, nível ou nível 3 que citamos acima valem apenas para os BDRs patrocinados. O que quer dizer que o nível 1 diz que a empresa estrangeira não tem que estar registrada na CVM e as informações e regulações são menores. O ativo é para investidores qualificados. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

O nível 2 é sobre a companhia estrangeira que precisa estar registrada na CVM e, portanto, segue as regras regulatórias do país. Assim, o ativo é negociado por todos os clientes e não apenas por investidores qualificados.

Tem ainda o nível 3, que é bem próximo ao nível 2, só que o que muda é que o ativo é negociado pelos clientes até que a emissão tenha sido uma Oferta Pública ou, se não, ela fica apenas para Investidores Profissionais, se houver esforços restritos. 

Como funcionam os códigos dos BDRs

Os códigos são formados por 4 letras, que tem relação com o nome da empresa. Geralmente, usa-se as letras iniciais da empresa. Mas quase todas as plataformas permitem que você busque o BDR pelo nome completo da empresa e não por códigos ou siglas. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

De todo modo, os BDRs não patrocinados possuem códigos que terminam em 34 e 35. Já os patrocinados de nível 1 não possuem número fixo enquanto que os de nível 2 possuem final 32 e o de nível 3 tem final 33. Para investir em frações basta adicionar o F no fim do código. 

Como comprar BDRs

Antes de comprar esses títulos, é bem legal que você considere que há mais de 600 empresas com BDRs. Entre elas nós temos o Alibaba (BABA34), a Amazon (AMZO34), o Google (GOGL34), a Disney (DISB34), o Facebook (FBOK34) e o McDonalds (MCDC34). 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

Sabendo disso, considere que você tem que acessar o home broker da corretora que você usa, sendo que o processo é muito parecido com a compra ou venda de ativos na bolsa, como de ações e fundos imobiliários. 

Então, é preciso ter dinheiro na conta, acessar o home broker, adicionar o código da empresa, escolher o preço que quer pagar e o número de cotas, depois clicar em “comprar”. A partir disso, a ordem poderá ser executada ou não. Lembrando que dá para pesquisar pelo nome também. 

Os fundos que aplicam em BDRs

Também é legal mencionar aqui que hoje em dia há alguns fundos de investimentos que aplicam em BDRs, o que também pode ser interessante para o investidor. No entanto, apesar de ser ainda mais fácil, ele não paga dividendos e ainda tem outra taxa, a de administração. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

Para quem é iniciante ou não quer ter dor de cabeça de procurar a melhor empresa estrangeira, saiba que os fundos funcionam bem. Um bom exemplo é o Alaska Black Fic Fia – BRD Nível 1 e tem ainda o Western Asset Fia BDR Nível 1, entre outros. 

Cada um deles tem seus pontos fortes e fracos. No caso do Alaska, por exemplo, ele permite um investimento inicial de R$ 1 mil e movimentações de R$ 500. O resgate é menos líquido, com 30 dias corridos. Com base no relatório mensal, após a queda em abril, ele tem voltado a crescer. 

As vantagens dos BDRs

Além da possibilidade de investir fora do país, os BDRs também pagam dividendos, como algumas ações. No entanto, ainda que seja pago em moeda local, como o dólar, saiba que a conversão tem uma taxa de 3% do valor total como forma de remuneração à instituição. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

Além do mais, os dividendos são tributados conforme a tabela progressiva do imposto de renda, que pode ir até 27,5%. Mais um ponto bacana é que a liquidez ao vender o ativo é de D+2, o que é considerado bom, porque é próximo da liquidez da ação que é vendida. 

Outra vantagem, mas que ainda não está totalmente em vigor, tem a ver com o preço dos BDRs no Brasil. Há informações de que a bolsa quer fazer com que o valor médio dos títulos fique próximos a R$ 50. No entanto, hoje em dia, ainda há uma variação maior. 

As desvantagens dos BDRs

Uma das desvantagens é que diferente de comprar uma ação da bolsa de valores, ao comprar BDRs você não se tornará sócio da empresa. Isso porque você é um investidor do valor mobiliário que aquela ação representa e não da ação propriamente dita. 

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

Outro ponto importante de ser lembrado é que os BDRs possuem taxas que são cobradas. Uma é a taxa de corretagem que segue um lote padrão, formado por 1 ativo, que custa R$ 2,49 na Easynvest e R$ 2,9 na XP. Outra taxa é a da B3 que se soma aos emolumentos.

Além disso, não tem o imposto sobre operações financeiras (IOF), mas tem o imposto de renda, que é de 15% no lucro ou 20% para quem faz day trade. E, nesse caso, não há a isenção de R$ 20 mil como acontece com a compra de ações tradicional na B3. 

Vale a pena investir em BDRs

Para saber a resposta, você vai precisar avaliar o custo-benefício e a sua realidade enquanto investidor. Por exemplo, para quem quer investir em ações no mercado exterior, mas não tem expertise, essa se torna uma forma fácil de fazer isso.

Descubra se BDRs valem a pena para aplicar dinheiro no exterior
Foto: (reprodução/internet)

Além do mais, você não tem que abrir conta em corretoras estrangeiras, não tem que fazer a declaração do imposto de renda no exterior e nem ficar fazendo cálculos sobre taxas de câmbio ou impostos. Já que tudo acontece de forma automática.

Por fim, também será uma vantagem para você se você considerar que há várias opções disponíveis no mercado e que não é preciso enviar dinheiro para o exterior. Sem contar que hoje em dia dá para acompanhar todo rendimento em um aplicativo de celular, né. 

Os riscos de investir em BDRs

Na outra ponta da tabela, também deve-se avaliar o risco desses títulos. Basicamente, a gente pode mencionar aqui 3 deles, sendo o de mercado, o cambial e o de liquidez. Sendo assim, a maioria a gente conhece porque são próximos ao comprar uma ação na B3.

Ou seja, o risco de mercado tem a ver com o fato de ser renda variável. O mesmo vale para a liquidez, só que nesse caso há o risco de spread, que varia conforme o câmbio. Já o risco cambial pode ser um problema dependendo da variação da cotação do dólar.