Veja toda a documentação necessária para financiamento veicular

Comprar um carro é o grande objetivo de muita gente, no entanto, os valores nem sempre são dos mais amigáveis com quem não tem muito dinheiro guardado no banco. Uma opção para essas pessoas são os financiamentos de veículos, oferecidos por diversos bancos e outras instituições financeiras atualmente, e que tornam as parcelas muito mais acessíveis ao bolso do trabalhador.

ANÚNCIO

No entanto, muita gente não entende como funcionam os financiamentos, e nem conhecem algumas maneiras de pagar menos ou quais são os documentos necessários no momento da solicitação. Mas fique tranquilo, abordaremos tudo isso em nosso artigo, além de apresentar algumas informações extras para você. Confira o nosso artigo.

Veja toda a documentação necessária para financiamento veicular
Foto: (reprodução/internet)

Abordaremos os seguintes tópicos em nosso artigo sobre financiamentos:

  • Como funcionam os financiamentos de veículos;
  • Financiamento ou consórcio de automóveis?;
  • Amortização vai te ajudar a pagar menos no financiamento;
  • Documentos necessários para o financiamento de veículos;
  • Financiamentos com as menores taxas de juros.

Como funcionam os financiamentos de veículos

O financiamento funciona de maneira simples, e, apesar de comprometer parte do seu orçamento durante um bom tempo, ainda é a melhor maneira de conseguir comprar um veículo atualmente. Primeiramente, será necessário dar um valor referente à entrada do automóvel.

ANÚNCIO
Veja toda a documentação necessária para financiamento veicular
Foto: (reprodução/internet)

Quanto mais alto esse valor for, melhor será para você. Isso porque ele será descontado diretamente do valor total do carro, e o que sobrar será financiado, com juros. As parcelas são acessíveis, contudo, ainda assim, o valor não chega a ser dos mais baixos.

Por isso, recomendamos que guarde uma boa quantia para dar de entrada, se possível. Caso não tenha dinheiro separado para isso, saiba que é possível parcelar esse valor, no entanto, nem todas as instituições financeiras aceitam fazer essa operação, sendo recomendado entrar em contato com a sua para checar as possibilidades.

Cuidado com o valor das parcelas

Antes de mais nada, é importante destacar que é necessário ter cautela com o valor da parcela do financiamento, afinal, isso pode tornar as outras contas mais difíceis de serem pagas. Sempre leve em consideração que você também terá outras contas para serem pagas.

ANÚNCIO

Por isso, não é recomendado que o valor das parcelas passe de 30% do seu salário, pois, mais do que isso, pode acabar comprometendo o seu orçamento de forma negativa. Não se esqueça de checar as suas planilhas de gastos antes de fazer a compra.

Financiamento ou consórcio de automóveis?

Uma modalidade de compra que também vem conseguindo bastante clientes é a de consórcio, onde você paga um valor fixo todo mês, em conjunto de outras pessoas, e, quando você a quantia necessária para comprar um carro for conseguida, o automóvel é sorteado entre os participantes.

Veja toda a documentação necessária para financiamento veicular
Foto: (reprodução/internet)

Essa opção é mais barata, porém, pode não ser a mais vantajosa para o seu caso. Primeiramente, é necessário citar que você só recebe o veículo após o valor ser abatido, ou seja, não é possível contar com ele assim que começa a pagar. Sem falar que existe o risco de você não ser sorteado logo no início.

O valor a ser pago é menor, no entanto, é necessário pensar que, se o carro é uma necessidade urgente em sua vida, o consórcio, que pode demorar anos para te dar um carro, não seja a melhor opção disponível para o seu caso. Porém, analise sempre as possibilidades.

Se não for urgente, opte pelo consórcio

Caso o carro não seja uma necessidade urgente em sua vida, o mais recomendado é optar por um consórcio. Isso porque, a longo prazo, é possível notar que a economia é muito maior quando o automóvel é comprado através dessa modalidade, pois os gastos são menores.

O valor pago ao consórcio sempre será inferior, e, por mais que o carro não esteja disponível a partir do momento que você começa a pagar, a economia acaba sendo maior. No entanto, essa possibilidade deve ser analisada apenas se você tiver tempo disponível para ficar sem o automóvel.

Amortização vai te ajudar a pagar menos no financiamento

Uma forma de tornar a sua compra financiada mais barata é amortizando as parcelas. Isso nada mais é do que ir adiantando parcelas enquanto vai pagando normalmente, o que faz com que o valor total a ser pago para a financiadora se torne bem menor, mesmo que não perceba.

Veja toda a documentação necessária para financiamento veicular
Foto: (reprodução/internet)

Quando você paga uma parcela normal, de R$ 700, por exemplo, na verdade, apenas um pouco mais de R$ 200 está sendo descontado do valor total da compra do veículo, com o resto da parcela sendo composto apenas de juros. É por isso que as pessoas demoram tanto para pagarem um carro financiado.

No entanto, quando você amortiza uma parcela, o valor é descontado diretamente do montante total. Se você tiver R$ 200 para dar a mais, por exemplo, você está se livrando de uma parcela do futuro. Outro ponto a ser destacado é que não são cobrados juros de parcelas quando elas são amortizadas.

Negocie com a financiadora

A instituição financiadora do veículo, muitas vezes, após uma conversa com o cliente, acaba tornando as parcelas ainda mais acessíveis, diminuindo o valor das taxas de juros cobradas pela instituição. Por isso, é importante estar em contato frequente com seus financiadores, a fim de negociar sua compra.

Por isso, pesquise por bancos que estejam dispostos a financiar o seu veículo, e, toda vez que achar que o valor do juros está muito alto, tente negociar com ele a melhor opção para ambos. Os bancos são bem abertos quanto a isso, e as negociações podem ser mais tranquilas do que se imagina.

Documentos necessários para o financiamento de veículos

Os documentos apresentados para solicitar o financiamento de veículos são, basicamente, os mesmos necessários para se fazer qualquer outra operação financeira em instituições necessárias, a grande diferença está no fato de que talvez seja preciso apresentar cópias.

Veja toda a documentação necessária para financiamento veicular
Foto: (reprodução/internet)

Além disso, é preciso destacar que, no caso dos comprovantes solicitados, eles devem ser atualizados, e, de preferência, apresente de alguns meses, e não apenas do último passado. Entre em contato com a instituição financiadora para perguntar quantos serão necessários.

Além disso, também é importante estar em contato direto com eles para saberem se solicitarão outros documentos, pois algumas empresas podem fazer outras exigências. Sem mais delongas, confira abaixo os documentos necessários para o financiamento veicular:

  • Documento original e cópia do RG (sua carteira de identidade);
  • Documento original e cópia do CPF (muitas vezes encontrado na carteira de identidade);
  • Documento original e cópia do seu comprovante de estado civil;
  • Documento original e cópia do seu comprovante de residência;
  • Documento original e cópia do seu comprovante de renda (recomendado levar dos últimos 3 meses).

Dívidas em seu CPF podem atrapalhar a aprovação

Caso tenha dívidas ativas em seu CPF, é bem provável que o pedido de financiamento seja negado. Por isso, é importante saber se existe alguma restrição em seu nome antes de fazer a solicitação, se livrando desse tipo de problema, e deixando sua situação com órgãos financeiros regular.

Uma maneira simples de fazer isso, e de forma gratuita, é através do portal do Serasa. Após o acesso, basta clicar na opção de consultar o CPF, preencher um breve formulário, e conferir se existem dívidas ativas em seu nome, além do seu score. Caso não tenha dívidas, o financiamento deve ser aprovado sem maiores problemas.

Financiamentos com as menores taxas de juros

Atualmente são várias as opções de instituições que fazem o financiamento de veículos para a população, com alguns deles conseguindo se destacar mais do que outros por conta do baixo valor das taxas de juros cobradas durante os meses. No entanto, é preciso destacar que esse valor nem sempre é o mesmo.

Veja toda a documentação necessária para financiamento veicular
Foto: (reprodução/internet)

A taxa de juros pode variar de acordo com cada cliente, até porque as propostas de financiamento não são as mesmas, já que não temos todos o mesmo valor para ser dado de entrada e nem o mesmo score no Serasa, que são pontos que influenciam no valor cobrado.

Confira abaixo os bancos que cobram as menores taxas de juros na hora de disponibilizar o financiamento de veículos para seus clientes:

  • Caixa Econômica: 1,50% de juros ao mês;
  • Santander: 1,41% de juros ao mês;
  • Safra: 1,34% de juros ao mês;
  • Bradesco: 1,24% de juros ao mês;
  • Itaú: 1,22% de juros ao mês;
  • Banco do Brasil: 1,19% de juros ao mês.

Financiamento é a melhor forma de se comprar um veículo hoje

Atualmente, a melhor maneira de se comprar um veículo realmente é através dos financiamentos, pois as parcelas são de um valor baixo, mesmo que sejam em número muito grande. No entanto, como já explicamos no decorrer do artigo, é possível se livrar de um bom número delas através da amortização, que deve ser adotada como forma de ajudar no pagamento.

Além disso, existe a possibilidade de negociar as parcelas do seu financiamento, o que torna a compra ainda mais barata para você. Recomendamos que a compra do seu veículo seja feita dessa forma, porém, muita atenção para não deixar os documentos necessários de fora do pedido e sempre fique atento às taxas de juros cobradas no contrato.