Por que você precisa de protetor solar mesmo ao usar telefones celulares

Especialistas afirmam que smartphones, laptops e outros dispositivos que usam luz azul podem danificar sua pele assim como o sol.

Eles disseram que as pessoas deveriam usar protetor solar ao passar horas na frente de seus aparelhos.

Foto: (Reuters/Michele Tantussi)

Este é um assunto sério, pois os pesquisadores disseram que a luz azul pode causar envelhecimento da pele, hiperpigmentação e manchas.

A Dr. Shyamalar Gunatheesan, dermatologista de Melbourne, alertou as pessoas para diminuir o tempo de tela para evitar danos irreparáveis ​​à pele.

Leia também: Por que agora é o momento melhor momento para parar de fumar

“A exposição à luz azul, especialmente por períodos longos e prolongados, você obtém um pouco mais de hiperpigmentação, de modo que a descoloração marrom que pode acontecer”, acrescentou ela.

Além do protetor solar, Gunatheesan também explicou que as pessoas também deveriam usar maquiagem com óxido de ferro, pois é o melhor bloqueador de luz visível.

O alerta público vem depois que pesquisadores da Unilever estudaram os efeitos da luz azul dos dispositivos eletrônicos na pele, descobrindo que ela pode levar ao envelhecimento prematuro.

A exposição à luz azul por cinco dias, pelo menos seis horas por dia, é equivalente a passar 25 minutos sob o sol sem nenhum creme ou protetor solar.

O Dr. Gunatheesan disse que leva cerca de sete minutos para obter um bronzeado, o que significa que usar o telefone por uma semana pode bronzear sua pele três vezes mais.

A luz azul também pode afetar seu sono

A pesquisa também descobriu que o uso da tela por si só já é um grande problema, pois 60% das pessoas agora usam seus dispositivos mais de seis horas por dia.

A dermatologista de Melbourne disse que seus pacientes agora estão preocupados com os efeitos de longo prazo da luz azul em sua pele.

Foto: (Reuters/Valentyn Ogirenko/File Photo)

No entanto, a quantidade exata de exposição à luz azul que pode causar danos graves à pele ainda não está clara. Outro problema é que duas em cada três pessoas desconhecem os efeitos da luz azul.

Além da pele, a luz azul também pode afetar seus padrões de sono. Especialistas disseram que isso pode aumentar o risco de danos à visão, tornando mais difícil para as pessoas adormecerem.

Dhruvin Patel, o optometrista líder do estudo, disse que o filtro solar não é a única forma de prevenir os efeitos da luz azul. Olhar para longe por 20 segundos, a cada 20 minutos de uso da tela, pode reduzir os danos aos olhos.

Isso ajudará seu sistema visual em qualquer período prolongado de trabalho na tela.

Traduzido e adaptado por equipe O Mapa da Mina.

Fonte: Tech Times